Textos

ELA DEMORA. EU A ESPERO.
Ela demora, como se nossas carnes fossem infinitas. Eu a espero, como se o amor pudesse preencher o que não foi vivido.
Dom Franklin Mano
Enviado por Dom Franklin Mano em 26/07/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr