Textos

SEGURANDO SUAS MÃOS
Deitado no seu corpo
Agora os outros já não têm graça
Seus sorrisos me curam
Enquanto seus sussurros me acalmam
Seus olhos me abençoam
Enquanto seus abraços
Me libertam bem devagar

Segurando suas mãos
Pelos caminhos não temo nada
Sentimentos não têm preço
Deus me deu de graça
Pretendo agradecer
Quando eu voltar com você
Pro paraíso além desse céu

Enquanto isso no universo
Somos como sol e água
Você me ilumina e esquenta
Sou poça, cachoeira, rio, mar
As chuvas das nuvens
Que vão e voltam do céu
Através de você
Sem se cansar
Dom Franklin Mano
Enviado por Dom Franklin Mano em 07/07/2014
Alterado em 07/07/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr