Textos

SE DECOMPÕE E SE REGENERA
A noite está tão linda
Mas você grita
E quebra tudo em mim
Distorcendo a guitarra
Externando o caos interior

Estou sofrendo e sigo enfrente
Por que você ainda mora em mim?
Eu não sei quantas vezes
Eu já te expulsei e não consegui

Resisto de gole em gole
De trago em trago
Não trago a dor
Sigo matando de fome a fome
Que se reproduz dentro de mim

Lá fora a vida me espera
Mas mesmo livre
Você não me liberta
Lá fora a felicidade me espera
Mas essa maldição
Se decompõe e se regenera
Se regenera...
Dom Franklin Mano
Enviado por Dom Franklin Mano em 06/01/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr