Textos

O TAL AMOR PRÓPRIO
Estão confundido amor próprio com egotismo sentimental, por covardia e comodidade, por não saberem se relacionar com os outros, por exagero de segurança e expectativas, pois não conseguem se permitir a uma relação por fobia de se machucarem, querendo dos outros o que não tem para oferecer a tal e utópica perfeição. Por isso é que as casas de sex shop, salas de bate-papo, consultórios de psicanálise, psicologia e psiquiatria, bares, farmácias e prostíbulos estão lotados, repleto de relações artificiais, químicas, comerciais e anti-humanas, com todos os adeptos carregando uma enciclopédia de justificativas “injustificáveis” na cabeça, prontos para argumentarem com qualquer um que viva à natural e verdadeira dificuldade e felicidade de uma relação humana sadia com os amigos, cônjuge, filhos, e vizinhos. Como se fossem maquinas orgânicas superiores capazes de revogar o irrevogável sistema natural de Deus.
Dom Franklin Mano
Enviado por Dom Franklin Mano em 07/11/2013
Alterado em 07/11/2013
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr