Textos

MAS A VERDADE É QUE O AMOR NÃO NOS ESQUECEU
Te reencontrei em Olinda
E mais uma vez
Desfiz os planos meus
Sabe os cigarros que não fumei
A beira-mar, a luz do sol
Teu gosto é bom
E tenho que viver sem você?

Não sei se lembras
Mas nessas águas nos amamos várias vezes
O suficiente pra eu ser somente seu
Sabe aquelas juras que te fiz
Cumpro mesmo assim longe de você
Te amar é bom
Só falta você pra eu ser feliz

Eu não errei
Mas já te pedi perdão muitas vezes
A vida é fria sem teu calor
Sei que não é natural
E muito de mim em ti morreu
Mas a verdade é que o amor não nos esqueceu

Sei que não é natural
E muito de mim em ti morreu
Mas a verdade é que o amor não nos esqueceu

Me dá a segunda (última chance)
E deixa eu te ter nos meus braços novamente
Deixa o dia e a noite ser outra vez um só
Não me importa quantos corpos
Depois de mim veio
Nem felicidades e saudades que marcou
Mas é bom lembrar
Que meu corpo até hoje foi apenas seu

Me dá a mão
E vamos cantar os Beatles novamente
Vamos cantar o que é bom
Sei que não é natural
E muito de mim em ti morreu
Mas a verdade é que o amor não nos esqueceu

Sei que não é natural
E muito de mim em ti morreu
Mas a verdade é que o amor não nos esqueceu
Dom Franklin Mano
Enviado por Dom Franklin Mano em 26/05/2012
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr