Textos

ALGO PERTO DA PAZ
Só vão sentir algo perto da paz
Quando nos condenarem por todos os crimes
Que não cometemos por estarmos ocupados de mais
Nos amando um pouco mais
Tentando sentir o infinito
Que se esconde por entre os poros até os espíritos
E se expande aflito, rindo
Com sede e calor tropicais

Só vão sentir algo perto da paz
Quando nos consumirem
Fantasiando poder sentir a tradução das nossas emoções
Enquanto toda a imensidão se mistura ao ar
Estilhaçando as vitrines
De todos que vivem
Refém de ilusões
Por tempo de mais

Só vão sentir algo perto da paz
Quando a morte nos subtrair
Tentando silenciar todos os nossos gemidos mitológicos
Clandestinos que ecoam por tempo de mais

Só vão sentir algo perto da paz
Rezando pros seus deuses
Ofertando sacrifícios
Para que nos sacrifiquem
Por nos amamos de mais
Dom Franklin Mano
Enviado por Dom Franklin Mano em 27/07/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr