Meu Diário
13/01/2018 00h42
OLIVIA GÊNESI DEIXA AQUELE BEIJO PRA VOCÊS...

Olivia Gênesi e uma Cantora, Compositora, Instrumentista, Arranjadora e Produtora Musical Brasileira.

A paulistana Olivia Gênesi tem em sua formação piano e canto erudito, jazz, rock, música brasileira. A combinação de todos estes elementos resultou num estilo eclético e ousado, presente em toda sua trajetória.

Assim, em seu disco de estréia (Olivia, 2000) e também em seu segundo CD (Perto, 2003) ela já apresentava sua forte personalidade musical, resultado bem dosado de suas várias influências: Beethoven, Mozart, Bach, Debussy, Stravinsky, Cole Porter, George Gershwin, Ella Fitzgerald, Sarah Vaughan, Duke Ellington, Led Zeppelin, Deep Purple, Frank Zappa, Hermeto Paschoal, Tom Jobim, Mutantes, Caetano Veloso, Maria Betânia, Gilberto Gil, entre outros.

Há ousadia em seu estilo de compor e de cantar. Não repetindo fórmulas Olivia trilha novos caminhos, e seu amor pela música mostra-se com clareza em suas interpretações singulares. Para consolidar a forte influência do jazz e da bossa nova, Olivia apresentou o projeto “Jazzy Stuff”, composto por dois CDs (2por2 e 12), lançados em 2004 e 2005 no Brasil, Japão e Espanha. No repertório clássicos do jazz, bossa e rock, em versões inusitadas, com arranjos sofisticados para sua voz doce, emocionante e envolvente.

Em seu quinto CD (Full Bloom, 2007) a artista assinou novamente a produção musical, no estilo folk-rock, usando a tecnologia como parceira na aproximação entre a cantora e o compositor piauiense radicado no Texas, Frank Krischman.

Em 2009 Olivia lançou Só a música faz, voltando com toda a força de suas canções e mensagens marcantes, e abrindo espaço para outros compositores de sua geração.  Este novo CD resgata a sonoridade marcante e orgânica da década de 70 recheada pela textura dos timbres modernos, marca registrada do estilo da artista.

Em 2012 lançou Vintage Filter, projeto autoral em parceria com o pianista e tecladista Adriano Augusto e participação especial de Bruno Balan na bateria. Este CD resgata as sonoridades analógicas das décadas de 70 e 80, envoltas em clima surrealista. Música para viajar por ambientes fantásticos!

Em 2013 lançou novo CD autoral: Melodias de sol em pleno azul, um pop rock com pitadas de jazz, reggae e groove. Olivia Genesi confirma a expectativa de que alguns artistas independentes conseguem manter-se ativos, e além disso, fazer música de boa qualidade, alheios aos modismos e sucessos fabricados que entopem a grande mídia. 2015 foi marcado por comemorações dos 15 anos de discografia e pelo lançamento do single Eu acredito em você.

Iniciou 2016 com o CD O Mar e outras águas, parceria com a também compositora Raquel Martins, uma reverência autoral à diversidade rítmica brasileira. Também em 2016 lançou o single Tempo, um dueto com o cantor carioca André Gabeh. No final de 2016 lançou seu primeiro DVD, infantil e autoral, Olivia e as Cores Vivas!

Também em 2016, no mês de julho, iniciou a transmissão de seu programa de rádio Viver Música com Olivia Gênesi, que vai ao ar todo sábado das 14h às 16h na webradio Lágrima Psicodélica, e começa a ser retransmitido para a Rádio Lora de Zurique em maio de 2017.

2017 começou com o EP – vinil com distribuição digital No som, parceria com o também compositor Zé Luiz Marmou. Logo depois o lançamento segundo single em parceria com o cantor e compositor André Gabeh: Veste de Luz. Apresentou no SESC Santo André o projeto Olivia Gênesi Manguebeat: 20 anos sem Chico Science.

No momento Olivia Gênesi está divulgando o novo CD autoral, 10° da discografia: Amor e liberdade.

CONTATO PROFISSIONAL

Site > http://www.oliviagenesi.com.br

Youtube > http://www.youtube.com/oliviagenesi

Facebook > https://www.facebook.com/OliviaGenesi/

Instagram > @olivia_genesi

ELEFANTE-D PRODUÇÃO MUSICAL (FATI MORI)

Telefone > +55 11 9 52110437

E-mail > fatimoriprod@gmail.com

E-mail > olivia.genesi@gmail.com  

 

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 13/01/2018 às 00h42
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
01/01/2018 23h46
SAMUEL DE AZEVEDO DEIXA AQUELE ABRAÇO PRA VOCÊS...

Samuel de Azevedo é um Músico, Guitarrista, Educador Musical e Produtor Musical Brasileiro.  Natural de Carmo do Rio Claro, sul de Minas Gerais, neto de José Ferreira de Azevedo, que foi saxofonista e clarinetista de um dos maiores grupos de baile do Brasil, Biriba Boys.

Samuel é apaixonado por música desde criança. Estudou com Demma K., Haroldo Garcia, Sérgio Pereira, José Marques, Endre Solti. Já trabalhou e dividiu palco com diversas bandas e artistas, dentre eles Banda Prelúdio, Uaimeurei, Mambo Jambo, Silvana Miranda, Popis Rocky, Reginaldo Silva, Camilinho (Programa do Ratinho), Vicente Castilho (Los Castillos), dentre outros  e recentemente gravou um DVD com a dupla Duani e Dinei, onde tiveram as participações de Rio Negro & Solimões, Mato Grosso & Mathias, Zé Henrique & Gabriel, Juliano César e Gian. Em 2014 gravou seu primeiro cd instrumental “Com a Mão na Morsa”, mostrando toda sua versatilidade na guitarra, passando pelo rock, blues, pop, country, música brasileira, com o lançamento no Pixinga Bass Festival, em Franca, no IGB, escola do grande baixista Eduardo machado.  Participou também do Pixinga Bass Festival em Mococa, realizado pelo grande Luthier Mendes, com participação de grandes nomes como Celso Pixinga, Mário Teodoro, Eduardo Machado, Márcio Fornari, Grant Stinnett, Adriano Sambatti, dentre outros. Atualmente é guitarrista da Banda Aurah, juntamente com o baterista Glenio Salerno (ex integrante de Edinho Santa Cruz) e o baixista Douglas Diniz. É graduado em Licenciatura Musical com Habilitação em Guitarra pela Unincor. Trabalha com produção musical, ministra aulas de guitarra em seu Home Studio (Studio Live) e é Educador Musical na E.E. São Gabriel na cidade de Cássia-MG, onde dá ênfase ao Projeto “EI ROCK”, ensinando musica através do Rock ´N´ Roll. É um dos idealizadores do SANGA MUSIC FESTIVAL, que já está na sua 3ª edição, realizado na cidade de Cássia-MG.

Principais Influências na Guitarra: Faíska, Bento Hinoto, Andy Timmons, Mauro Hector, Steve Morse, Shawn Lane, Joe Pass, Ross Bolton, Steve Lukather, Daryl Stuermer, etc.

CONTATO PROFISSIONAL

Shows > +55 (35) 99148-3575

Facebook > https://www.facebook.com/samuel.deazevedo

Facebook > https://www.facebook.com/samueldeazevedooficial/

Facebook > https://www.facebook.com/BANDAAURAHMG/

Site AURAH > www.aurah.com.br

Soundcloud > www.soundcloud.com/samuel-de-azevedo

Youtube > https://www.youtube.com/user/samucazevedo1981/videos 

 

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 01/01/2018 às 23h46
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
30/12/2017 15h20
JOÃO SUASSUNA RELEMBRA VISITA DE ARIANO SUASSUNA A CACHOEIRINHA-PE, BRASIL.

João Urbano Bezerra Suassuna é um Historiador e Advogado Militante Brasileiro.

João relembra a visita de seu saudoso Avô Ariano Suassuna a Cachoeirinha, Estado de Pernambuco, Brasil, em 26 de novembro de 2011, à época - Gestão de Carlos Alberto (Prefeito de Cachoeirinha), Ivaldo de Almeida (Vice-Prefeito), Rosemary Ramos (Secretária de Educação de Cachoeirinha),  Franklin Mano (Membro da Equipe de Apoio de Pregão Presencial, Membro da Comissão Permanente de Licitações da Prefeitura Municipal de Cachoeirinha e Alimentador do Sistema AUDIN do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco pela Prefeitura Municipal de Cachoeirinha), Conceição Dark (Professora) e Sinvall Simões (Jornalista e Marketólogo), e agradece em nome de Franklin Mano pelo empenho de todos em levar a Aula Espetáculo de Ariano Suassuna ao Municipio de Cachoeirinha. Vale ressaltar que Ariano e Equipe não cobraram cachê ao Município.

Atualmente é Secretário Executivo de Políticas para a Criança e Juventude (SEPCJ) do Governo do Estado de Pernambuco, órgão que tem o objetivo de desenvolver e fomentar a execução de políticas para a criança e a juventude, visando fortalecer o protagonismo infantil e juvenil, assegurando direitos, através de ações e programas participativos, instituídos de forma integrada e intersetorial.

MISSÃO

Desenvolver e fomentar e execução de políticas para criança e juventude, visando fortalecer o protagonismo infantil e juvenil, assegurando direitos, através de ações e programas participativos, instituídos de forma integrada e intersetorial.

João já foi assistente parlamentar na Câmara dos Vereadores do Recife.

CONTATO PROFISSIONAL

Site > http://www.portais.pe.gov.br/web/sedsdh/sepcj

Facebook > https://www.facebook.com/joaosuassunape/   

 

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 30/12/2017 às 15h20
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
29/12/2017 10h01
ADRIANA MARQUES DEIXA AQUELE ABRAÇO PRA VOCÊS...

Adriana Marques é uma Atriz Brasileira, Professora de Teatro e Coordenadora Pedagógica dos Cursos e Oficinas oferecidos pelo Grupo Teatro D'aldeia.

Iniciou seu trabalho como atriz em 1987, já atuou em mais de 30 espetáculos apresentados no Brasil e em países do Exterior. Possui vasta formação teatral por meio de cursos e aprofundamentos com grandes mestres como: Silvia Leblon, Ésio Magalhães e Tiche Vianna (Barracão Teatro), Eduardo Moreira (Grupo Galpão), Claudio Mendel, Atul Trivedi, Felicita Marcelli – The Workcenter of Jerzy Grotowski and Thomas Richards (Pontedera – Itália), Jorge Romero Mora (Colômbia), Grupo Contraelviento de Teatro (Equador), Maurice Durozier e Eve Doe Bruce do Tréâtre du Soleil (França).

Em 2013 foi selecionada entre 357 inscritos – com apenas 20 vagas - para participar do Curso Master Class com os atores do Grupo Odin Teatret e Eugenio Barba (Dinamarca).

Em 1989 recebeu o Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante no Festival Jovem de Teatro de Campinas e em 2001 recebeu o Prêmio APTC de Melhor Atriz - XVI Campanha de Popularização do Teatro de Campinas.

Por 13 anos participou como atriz da Cia Teatro da Cidade, e atuou nos espetáculos: Maria Peregrina de Luis Alberto de Abreu, direção de Claudio Mendel, Toda Nudez Será Castigada de Nelson Rodrigues, direção de Claudio Mendel, Um Dia Ouvi a Lua de Luis Alberto de Abreu, direção de Eduardo Moreira (Grupo Galpão – BH) e Almas Abaixo de Zero de Samir Yasbek, direção de Atul Trivedi e Claudio Mendel. Foi coordenadora do treinamento corporal e vocal do grupo e responsável pedagógica dos cursos e oficinas oferecidos pelo CAC Walmor Chagas.

Possui pesquisa voltada ao treinamento do ator e à arte do “palhaço”, este último resultou em apresentação de trabalho no World Congress on Communication and Arts, em Portugal, na cidade de Guimarães (2010).

Atualmente mantém os seguintes espetáculos no repertório: Panqueca Solamente, Direção de Márcio Douglas (solo de palhaça  - 2015), Cicatrizes, Direção de Atul Trivedi (2016) e a mais nova produção do Teatro D'Aldeia Perdóname, Direção de Ana Luisa Cardoso (2016).

CONTATO PROFISSIONAL

Site > http://www.teatrodaldeia.com.br/home 

 

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 29/12/2017 às 10h01
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
26/12/2017 17h37
MARCOS PENITENTI DA SOL NA CABEÇA DEIXA AQUELE ABRAÇO PRA VOCÊS...

A princípio, em Colatina, Espírito Santo, Brasil, nas aulas do pré-vestibular, era tudo como de acordo com os trâmites da instituição. No sol a pino todos iam para suas casas e no marasmo das intrigas desenvolviam suas respectivas tarefas. Até que, exacerbados do improdutivo, sobre um empurrão cósmico que colocou frente a frente as mentes perturbadas e provocativas daquele meio, Daniel Gonçalves e Marcos Penitenti são postos a se desmaterializarem numa construção de pensamentos de versos e estrofes no desenvolvimento analítico de suas posições na sociedade, buscando entender a real tarefa do jovem nessa dinâmica da vivência.

Essa parceria, a princípio, veio das trocas de músicas que ambos compartilhavam do tempero tropicália em suas respectivas artes: Marcos é um descobridor de sons, vaga pelas ondas musicais como quem dança sobre o gelo; Daniel é um viajante da literatura, aclama às artes cênicas a poesia da vida. Nesse mix de sentidos nasceram composições que descem à ladeira da imposição mercantil.

Ao passo do desenvolvimento das letras musicadas e prontas para gravar, uma nova união foi formada nesse momento, Estevão Racanelli – produtor musical, instrumentista, arranjador – somou forças para que o disco, então denominado “Beira Rio, Beira Mundo, Beira Mar” desse primeiro passo para concluir toda gravação num período de 1 ano.

O som, agora nos estúdios de gravação, ganha uma cara experimental enaltecendo ainda mais a voz brasileira de Marcos Penitenti. O ritmo das terras no aconchego do Brasil é lembrado pelas nuances sonoras desse disco. O cheiro da terra; o gosto da fruta amarga; os pássaros cantando para o despertar do sol; o toque aveludado de um tecido; toda poesia arcádica. Foram essas as pretensões desses jovens no descobrimento da face musical deste trabalho.

Inflamados em um experimentalismo sonoro da natureza, saindo em busca da lisergia dos anos 70, confluindo às influências da raiz tribal das terras brasileiras e desembocando em Colatina-ES. Tais vínculos inspiram o grupo a projetarem ao público seu álbum de estréia "Beira Rio, Beira Mundo, Beira Mar".

Eis que surge um novo século e “Beira Rio, Beira Mundo, Beira Mar” está com a cara à mostra. O grupo agora passa a se chamar “Sol na Cabeça” e apto para a estréia de seu trabalho. Daqui pra frente, não se sabe o certo, mas há de brilhar muito sois por muitas cabeças por onde esse trabalho passar.

A proposta performática do show leva ao publico a experiência teatral, com o intuito de ilustrar a ideologia transposta nas canções.

CONTATO PROFISSIONAL

Telefone > +55 27 99739-3038

E-mail > solnatelha@gmail.com

Facebook > https://www.facebook.com/solnacabeca/

Instagram > https://www.instagram.com/solnacabeca/

PLATAFORMAS/LOJAS

YouTube > https://goo.gl/ThjCuJ

Spotify > https://goo.gl/bD6rx9

Deezer > https://goo.gl/7kwPJa

AppleMusic > https://goo.gl/D7gKZB

SoundCloud > https://goo.gl/dUcUNc  

 

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 26/12/2017 às 17h37
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Página 9 de 70 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr