Meu Diário
14/04/2019 11h35
LARISSA BRACHER DEIXA AQUELE BEIJO PRA VOCÊS...

LARISSA BRACHER - ATRIZ & COACH

Por ela mesma

Sou da quarta geraçao de uma família de artistas. Meus pais, artistas plásticos a quem admiro muito, me educaram desde cedo a observar, com sensibilidade, o mundo, nosso entorno e a própria vida. Acho que por isso sempre fui muito atenta às pessoas. Sempre gostei de ouvir suas questóes, de entender os comportamentos diante de suas experiências, suas diversidades, singularidades, trejeitos e emoções. Acho que essa "curiosidade pelo ser humano" fez com que, de alguma forma, eu descobrisse o teatro. Fiz faculdade (incompleta) de filosofia, lia sobre psicologia, ciências naturais, mas foi na faculdade de Artes Cênicas que pude extravasar minha vocação pra gostar de gente. E foi lá que eu percebi que o que mais me chamava a atenção no todo do teatro era o próprio ator, era como aquela pessoa podia disponibilizar seu corpo, sua voz, experiências subjetivas e tempo se dedicando a ser outros a partir dele mesmo. Trabalhei em teatro, cinema, tv, produzi espetáculos e projetos culturais, Fiz - e faço - inúmeros cursos de aperfeiçoamento para atores. Me graduei como Life Coach, Programadora Neuro Linguísta (PNL) e Hipnoterapeuta para aprender técnicas de aprimoramento humano e também artístico. E foi, a partir daí que juntei as 3 coisas: Teatro, Coach para atores e Life coach. Alinhei minha vocação ao meu propósito de vida: ajudar as pessoas a encontrarem também seus propósitos. O que me motiva é acender no outro um desejo de construir seus próprios motivos. Acima de tudo, sou grata.

PROJETO 2019

Larissa Bracher vem efervescente em 2019 com a peça de teatro Ao Som de Raul Seixas “Merlin e Arthur, Um Sonho de Liberdade”, onde divide o palco com o esposo Paulinho Moska, Vera Holtz, Gustavo Machado, Patrick Amstalden, Kacau Gomes, Rodrigo Salvadoretti, Natália Glanz, Saulo Segreto, Gabi Porto, Ubiracy Brasil, Santiago Villalba, Fernanda Gabriela, Daniel Haidar, Oscar Fabião, Laíze Câmara, Thainá Gallo, Dennis Pinheiro, Renato Caetano, Paola Poliny, Leonam Moraes, Carol Pita e Félix Boisson. Com Direção de Guilherme Leme Garcia e Texto de Márcia Zanelatto. A Temporada vai de 15 de março de 2019 a 26 de maio de 2019.

TRABALHOS NA TV - NOVELAS

2018 - Malhação: Vidas Brasileiras .... Eliane Cruz

2017 - Novo Mundo .... Benedita

2016 - A Regra do Jogo .... Gisela

2016 - I Love Paraisópolis .... Delegada Dirce

2013/2014 - Malhação .... Raíssa

2012 - Cheias de Charme .... Roberta

2007 - Malhação .... Professora Duba

2007 - Pé na Jaca! .... Mila

2005 - Bang Bang .... Promotora Jessica

2004 - Malhação .... Liliane

2000 - Chiquititas .... Cora Amarante Rocha

1999 - Suave Veneno .... Vânia

1998 - Meu Bem querer .... Adalgisa

SÉRIES E PROGRAMAS DE TV

2011 - "Ed Mort"- Multishow - Caso Gomez- Gomez

2010 - SOS Emergência - Roberta, grávida

2009 - Cilada - de Bruno Mazzeo .... Denise

2008 - Faça sua História .... Vanessa (2 episódio), Melinda Lee (28 episódio)

2008 - Dicas de Um Sedutor .... Bia

2008 - Toma Lá Dá Cá .... Denise

2008 - Fantástico (quadro "O Super Sincero") .... vizinha

2006 - A Grande Família .... Vandinha

2005 - Sob Nova Direção .... Alice

2005 - A Diarista .... Andressa

2004 - Quem vai ficar com Mário? .... noiva

APRESENTADORA

2016 - Desafio Brasil Fashion - Arte 1

2009 - Um Certo Olhar Francês- Canal Brasil

2001 - Aquarelas Brasileiras- TVE

TRABALHOS NO CINEMA

2011 - Casa de Boneca, dir. Adriana Barata- Dezirrê

2010 - De Pernas pro Ar, dir. Roberto Santucci- Denise

2009 - Uma Professora muito Maluquinha Dir. André Alves Pinto e Cesar Rodrigues- mãe do Menino Maluquinho

2008 - Palco, dir. PH Souza

2006 - A Antropóloga, dir. Zeca Nunes Pires .... Malu

2005 - Amor Perfeito, dir. Geraldo Magalhåes .... Soraia

2004 - Procuradas, dir Zeca Nunes Pires e Frazão .... Viviane

2004 - Ópera Curta (curta), dir. Marcelo Lafitte- Elvis

2000 - Os Filhos de Nelson (curta), dir. Marcelo Santiago .... Sabrina

1999 - Tiradentes, dir. Oswaldo Caldeira- Meretriz

1998 - O Circo das Qualidades Humanas, dir. Milton Alencar, Paulo Augusto Gomes

TRABALHOS NO TEATRO

2016/2018 - Rio Diversidade - Monólogo "Genderless" (de Márcia Zanelatto) - dir. Guilherme Leme

* (única peça brasileira a representar o Brasil no 11* WPI (WOMEN PLAYWRIGHTS INTERNACIONAL, em Santiago do Chile,  Outubro de 2018)

2016 - Trágica.3 (de Eurípedes) - dir. Guilherme Leme - Electra 

2010 - RockAntygona - dir. Guilherme Leme e Vera Holtz - Antígona

2009 - As Meninas (de Maitê Proença) - dir. Amir Haddad - måe

2007/2008 - Um Certo Van Gogh (de Daniela Pereira de Carvalho) - dir. João Fonseca- Soraia, Juliana, Yohanna Van Gogh

2006 - Um Marido Ideal (de Oscar Wilde) - dir. Victor Garcia Peralta - Mabel Chiltern

2004 - Geringonça (de Caio de Andrade) - dir. Caio de Andrade - Fiona Greenhill, Frivolina, Avenida Central, 1908

2003 - Deserto Iluminado (de Caio de Andrade) - dir. Caio de Andrade - Amália Prado

2002 - O Exercício (de Lewis John Carlino) - dir Mona Lazar- Ela

2001 - Os Olhos Verdes do Ciúme (de Caio de Andrade) - dir. Caio de Andrade - Fiona Greenhill

1997 - A Dama da madrugada (de Alejandro Casona) - dir. Helvécio Guimarães - Angélica

1996 - A ópera dos 3 vinténs (de Bertolt Brecht) - dir. Wilson Oliveira - Poly Peachum

PRODUÇÃO

2014/2015 - Exposição “Bracher: Pintura & Permanência” (CCBB’s BH, SP, RJ, Brasília e Centro Cultural Usiminas) -

Prêmio APTR- Melhor exposição do ano-2015

2012 - Coordenação geral do Festival internacional de teatro "Cena Brasil Internacional", no CCBB, Correios e Casa França Brasil (RJ)

2010 - Rockantygona- (sófocles)- Prêmio Shell de melhor iluminação para Thomaz Ribas

2004 - Geringonça (de Caio de Andrade)-  Das 10 melhores peças do ano "O Globo" 30/12/2004

2003 - Deserto Iluminado (de Caio de Andrade)- CCBB RJ

2001 - Os Olhos Verdes do Ciúme (de Caio de Andrade)- Das 10 melhores peças do ano "O Globo"29/12/2001, Prêmio "Governador do estado" de melhor texto, Indicação ao Prêmio Shell de melhor texto. Inaugura o CCJF (Centro Cultural da Justiça Federal-RJ- 14/09/2001)

TRABALHOS DE DIREÇÃO

2011 - Filha, mãe, avó e p.. - Assistente de direção de Guilherme Leme

PREMIAÇÕES

* Prêmio de Melhor Atriz Festival de Cinema de Recife de 2001 por sua atuação no curta-metragem "Os Filhos de Nelson", dirigido por Marcelo Santiago.

* Prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cinema de Miami de 2001, por sua atuação no curta-metragem "Os Filhos de Nelson", dirigido por Marcelo Santiago.

* Prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cinema de Blumenau de 2012, por sua atuação no longa "A Antropóloga", dirigido por Zeca Nunes Pires.

* Indicação Rio Diversidade ao Prêmio Shell categoria Inovação Teatral 2017.

* Indicação Rio Diversidade ao Prêmio APTR categoria Especial.

CONTATO PROFISSIONAL

Site > http://www.larissabracher.com.br

Facebook > https://www.facebook.com/LarissaBracherOficial/

Instagram > https://www.instagram.com/larissabracher/?hl=pt-br

Marcus Montenegro - Empresário

E-mail > montenegro@montenegroeraman.com.br

Telefone > +55 21 2541.7672

Sayonara Sarti - Nova Assessoria - Assessoria de Imprensa 

E-mail > contato@nova.com.vc

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 14/04/2019 às 11h35
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
08/04/2019 13h36
KADU MOLITERNO DEIXA AQUELE ABRAÇO PRA VOCÊS...

Carlos Eduardo Moliterno, conhecido pelo nome artístico de Kadu Moliterno, é um ator brasileiro que ficou famoso em 1985 ao interpretar o surfista Juba na novela "Armação Ilimitada" da TV Globo.

O seu primeiro trabalho artístico ocorreu após um modelo que iria fazer uma foto para uma campanha publicitária faltou, e seu chefe o chamou para fazer essa trabalho da Revista "Claudia".

Em 1970, Kadu estreiou na televisão pela RecordTV de São Paulo na novela "As Pupilas do Senhor Reitor", no papel do protagonista Pedro jovem. A partir daí o ator emendou um série de trabalhos na televisão e participou de novelas célebres como 'Selva de Pedra', no papel de Oswaldo Paiva, no ano de 1972 na Rede Globo, e atuou como o personagem Caíto em "A Viagem" pela Rede Tupi, em 1975.

Estreou no Cinema com o filme: A Noite das Fêmeas (1973), seguiu sequência com A Árvore dos Sexos (1976), A Virgem (1977) e Tainá 2 - A Aventura Continua (2004).

Em 2009, Kadu lançou sua biografia "Reviva com Kadu Moliterno", em comemoração aos seus 40 anos de carreira com várias fotos e histórias desconhecidas até então do público em geral.

Em 2016, após uma trajetória de 35 anos na Rede Globo e mais de 20 novelas e minisséries, ele estreia na RecordTV na novela "A Terra Prometida" no papel de Acã.

Já em 2017, atua como o Rei Otoniel na novela "Belaventura", na RecordTV.

Em 2018 Kadu Moliterno, interpretou Pilatos na Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, em Fazenda Nova, um distrito do município brasileiro de Brejo da Madre de Deus, no estado de Pernambuco. Considerado o maior teatro a céu aberto do mundo. Tendo sido aclamado por unanimidade pela crítica especializada.

Em 2019 Kadu Moliterno vem efervescente, com a peça de teatro CORRA QUE A MINHA EX-MULHER VEM AÍ (Teatro Miguel Falabella, localizado no NorteShopping, Zona Norte do Rio de Janeiro); com a telenovela TOPÍSSIMA que será exibida pela RecordTV a partir de 21 de maio de 2019; e com o filme ARMAÇÃO ILIMITADA que será lançado em breve.

CONTATO PROFISSIONAL

Facebook > https://www.facebook.com/KaduMoliternoPaginaOficial/

Instagram > https://www.instagram.com/kadumoliterno_oficial/?hl=pt-br

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 08/04/2019 às 13h36
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
06/04/2019 16h16
ANDRÉ YOUSSEF DEIXA AQUELE ABRAÇO PRA VOCÊS...

André Youssef é pianista, organista, cantor, arranjador, compositor, arquiteto, paulistano nascido em 8 de abril de 1975. Estudou órgão dos 8 aos 15 anos e piano até os 18.

Aos 7 anos começou sua iniciação musical no CLAM (Centro Livre de Aprendizagem Musical), Escola de Música do Zimbo Trio, pioneira no Brasil.

Toca profissionalmente desde os 17 anos, completando neste ano 27 anos de carreira. Desde então atuou como tecladista em várias bandas e artistas passando pelo blues, rock, pop, soul e música brasileira.

Destacou-se no cenário blues, fazendo parte de várias bandas como Tritono Blues, Osstreiros in blues e Derivados do Blues, além de acompanhar nomes importantes do gênero como Igor Prado, Blue Jeans, Nuno Mindelis, JJ Jackson, Nasi e os irmãos do Blues, Marcos Ottaviano, Sérgio Duarte, Vasco Faé, Flavio Guimarães, Robson Fernandes, entre outros.

Ao lado do guitarrista Igor Prado acompanhou diversos artistas norte-americanos como as cantoras Tia Carroll, Jai Malano, Whitney Shay e Jamie Wood, o gaitista Johnny Rover, o guitarrista de Chicago James Wheeler, o saxofonista Sax Gordon e os cantores Willie Walker e Curtis Salgado, eleito em 2010 o melhor cantor de Soul-Blues americano. Com a Prado Blues Band, apresentou-se em 2006 no Festival Internacional de Jazz e Blues de Rio das Ostras e participou do programa Todo Seu do Ronnie Von. Em 2007 participou da gravação do álbum de estréia de Igor Prado, Upsidown, considerado o oitavo melhor disco de blues do ano pela revista canadense Real Blues. Nesse disco dividiu faixas com os americanos Steve Guyger (cantor e gaitista), RJ Mischo (cantor e gaitista), JJ Jackson e Greg Wilson.

Ao lado do Blue Jeans fez shows com a cantora de chicago Big Time Sarah, com os guitarristas Andreas Kisser (Sepultura), Luiz Carlini (Tutti-Frutti), Celso Blues Boy e com o trombonista Bocato. Em 2011 acompanhou o guitarrista de chicago Carlos Johnson em uma pequena turnê em São Paulo. Nesse mesmo ano fez uma turnê com o “Blueseiros do Brasil”, um projeto idealizado por Vasco Faé, que reúne um seleto time de artistas do blues nacional. Em 2014 se apresentou com a cantora de Chicago Carlise Guy (filha de Buddy Guy), com quem gravou o programas Metrópolis na TV Cultura e Rádio Blog na rádio Eldorado com apresentação de Regis Salvarani.

Participou de shows dentro da programação da Virada Cultural na cidade de São Paulo (2008 a 2011), sendo que neste último fez uma apresentação solo no palco “Piano na Praça” interpretando Ray Charles. Tocou na maior feira de música da América Latina, a Expo-Music (2005, 2006 e 2012). Com seu trabalho solo – André Youssef Trio, desde 2016 participou de alguns festivais como Festival de Inverno da Granja Viana e o O’Malley’s Blues Festival.

Desde 2008 faz parte da banda do cantor Nasi (integrante fundador do IRA!, umas das mais importantes bandas do rock paulistano dos anos 80). Dentre os eventos mais significativos ao lado de Nasi estão aberturas de shows internacionais como AC/DC no Estádio do Morumbi em 2009 e Echo And The Bunnymen no Via Funchal em 2008. Shows como o de homenagem ao Raul Seixas na Virada Cultural em São Paulo, show de Aniversário de 10 anos da Rádio Kiss FM em 2011 com Frejat, Roger (Ultraje a Rigor), Marcelo Nova, Cachorro Grande e Ronaldo e os Impedidos. Participou de vários Programas de TV como “Altas Horas” e “Encontro com Fátima Bernardes” na Rede Globo, “Ronnie Von” na TV Gazeta, Especial Canal BIS, “Bem Amigos” no Sport TV, “Os donos da Bola” com Neto na Band, Acesso MTV, Radiola, Metropolis, “Manos e Minas” e Login na TV Cultura. Em 2009 se envolveu na concepção e na gravação do DVD em estúdio “NASI Vivo Na Cena”, que teve a produção de Roy Cicala, engenheiro de som americano que gravou todos os discos de John Lennon, além de Jimmy Hendrix, Frank Sinatra, Aerosmith, Tom Jobim, entre outros. E este disco foi indicado ao Grammy Latino 2010 como melhor álbum de rock brasileiro. Em 2012 entrou novamente em estúdio para gravar o disco “Perigoso”, com lançamento pela gravadora TRAMA. Os shows de lançamento contaram com a participação de Erasmo Carlos. Em 2015 grava o terceiro trabalho de Nasi, o DVD/CD “Egbé”, gravado ao vivo no Audio Arena, no Estádio do Morumbi, e exibido no Canal Brasil. Contou com a participação especial de Renato Teixeira.

André Youssef participa constantemente do projeto Geração 80 e Jam Session 80, que reúne artistas do Rock Nacional da década de 80. Fez diversos shows com Marcelo Nova (Camisa de Venus), Kid Vinil, Nasi (IRA!), Kiko Zambianchi, Roger (Ultrage a Rigor), Frejat (Barão Vermelho), George Israel (Kid Abelha), Leo Maia (Filho de Tim Maia), Ritchie, Toni Garrido (Cidade Negra), Paulo Miklos (Titãs), Claudio Zoli, Marcelo Bonfá (Legião Urbana), Charles Gavin (Titãs), Afonso Nigro (Dominó), Thedy Correa (Nenhum de Nós), Clemente e Phelippe Seabra (Plebe Rude), Virginie (Metrô), Milton Guedes, Mauricio Gasperini, Willie e Gel (Radio Taxi), entre outros. Um fato triste foi ter participado do último show de Kid Vinil no interior de Minas Gerais, no início de 2017 qdo este teve uma parada cardiorespiratória e veio a falecer um mês depois.

Membro fundador desde 2007 do Tritono Blues ao lado do cantor Bruno Sant’Anna, do gaitista André Carlini e do baixista Edu Malta. Como artista da gravadora Movieplay, gravou com a banda 3 CDs: “Groovin” de 2008, “Mojito de Bom” de 2013 e “Tritono Blues Plays Ray Charles” lançado em 2016. Banda presente nas principais casas de shows e Hotéis de São Paulo. Apresentações em diversos festivais e circuito SESC. Participou de diversos programas de Rádio e TV, com destaque para a “canja do Jô” do Programa do Jô Soares e Todo Seu de Ronnie Von. Abertura do show do Rolling Stones no Camarote Audio Arena no Estádio do Morumbi em 2016. Vários eventos corporativos de empresa como: Ambev, Bradesco, Claro, HP, BMW, Latam, Ipiranga etc.. Com o Tritono Blues, Youssef aprimorou a técnica de executar os baixos do piano na mão esquerda simultaneamente a harmonia e solos na mão direita. Além da formação em quarteto, a banda excursionou com o show “Ray Charles On My Mind” com 8 músicos no palco, incluindo naipe de metais e bateria, e o show “Tritono Blues Brothers” tocando a trilha do filme clássico.

Em 2013, ao lado das bandas Tritono Blues e Montana Blues, integrou e fez a direção musical do projeto Sympathy For The Blues com músicas dos Rolling Stones em versões exclusivas com a linguagem blues.

Desde 2014 tem uma parceria com a Hammond Brasil (Hosmil), representante nacional e importadora exclusiva do lendário órgão e da caixa Leslie que fizeram história no Jazz, Blues e Rock’n’ Roll. Realizou um sonho profissional, fazendo parte do seleto quadro de artistas da marca no Brasil.

Em 2016 foi capa e concedeu entrevista para a Revista Keyboard Brasil, a maior publicação relacionada ao mundo das teclas no país.

André Youssef é requisitado constantemente para participações especiais em shows e gravações com várias bandas e artistas.

Dentre as bandas que fez parte nas décadas de 90 e 2000 estão James Band, David Cardoso Jr., Ambervision, Shamballa, Munjaua, Jolly Roger, Senhor Barata, entre outras. Fez algumas apresentações com artistas como Rouge, Banda Vega e Eduardo Araújo e Sylvinha.

Destaca-se pelo estilo tradicional de tocar teclado com grande acentuação e linguagem blues. Possui uma versatilidade grande unindo a energia do rock’n’roll, balanço brasileiro, improviso do jazz e o vocabulário da música pop. Tem como principais sonoridades o piano acústico, o órgão hammond e pianos elétricos antigos. Além de tocar um pouco de acordeon, violão, guitarra, gaita e percussão.

Dentre as influências musicais estão Ray Charles, Chuck Berry, The Beatles, Fats Domino, Louis Armstrong, BB King, James Brown, Rolling Stones, Johnny Cash, Elton John, Eric Clapton, James Taylor, Willie Nelson, Mark Knoplfer, Tim Maia, Wilson Simonal, Jorge Benjor e Luiz Gonzaga.

Quanto às influências no instrumento, destacam-se Billy Preston, Dr. John, Jimmy Smith, Lucky Peterson, César Camargo Mariano, entre outros.

ANDRÉ YOUSSEF TRIO - TEASER 1

CONTATO PROFISSIONAL

Site > http://www.andreyoussef.com.br

Facebook > https://www.facebook.com/andreyousseftrio/

Instagram > https://www.instagram.com/andre.youssef/

YouTube > www.youtube.com/andreyoussef

E-mail Shows > ayoussef@uol.com.br

Telefone Shows > +55 (11) 9-8658-0347

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 06/04/2019 às 16h16
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
03/04/2019 22h04
ALEX E LEANDRO DEIXAM AQUELE ABRAÇO PRA VOCÊS...

A dupla Sertaneja Alex e Leandro além de cantores são músicos e compositores. Os dois são irmãos que cantam desde criança com o incentivo do pai, Sr. Nildon, que sempre apoiou os filhos para que seguissem os passos da música. Alex nasceu na cidade de Minaçu e se mudou com seus pais ainda criança para Goiânia, onde nasceu o Leandro. Desde muito novos demonstraram interesse pela música sertaneja, foi  através do filme "Dois filhos de Francisco" que os dois decidiram que era isso que queriam para suas vidas. Alex começou então a tocar teclado, e o Leandro violão. Tiveram como grandes inspirações duplas como, Zezé Di Camargo e Luciano, Jorge e Mateus entre vários outros artistas, mas o artista que a dupla mais se inspirou e até hoje se inspira é o eterno Cristiano Araújo.

Além de cantar, a dupla também toca instrumentos,  Alex  toca sanfona e violão,  já Leandro toca somente violão. O tempo foi passando e os meninos começaram a tocar nas casas dos amigos, em churrascos na casa de familiares em casa nos finais de semana, para os familiares, e como amadurecimento partiram para os bares da vida. O projeto mais recente da dupla foi a gravação do Primeiro DVD da carreira, “ALEX & LEANDRO NO QUINTAL”, gravado Ao Vivo na capital goiana e que com pouco tempo de lançamento já está atingindo números surpreendentes. O DVD contou ainda com as participações especiais da dupla Zé Ricardo e Thiago e também do cantor Kleo DIbah. A nova música de trabalho, “RESPEITA” já se encontra entre as mais tocadas do Brasil, com mais de 1 milhão de visualizações no youtube.

RESPEITA (BARRIGA DE CERVEJA)

CONTATO PROFISSIONAL

Facebook > https://www.facebook.com/alexeleandropage/

Instagram > https://www.instagram.com/alexeleandro/?hl=pt-br

Telefone Shows > +55 62 9 9974-4756

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 03/04/2019 às 22h04
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
03/04/2019 21h20
SANDRA PORTELLA DEIXA AQUELE ABRAÇO E BEIJO PRA VOCÊS...

SANDRA PORTELLA carrega no nome, no sangue e na voz a tradição do samba. Mineira de Juiz de Fora, apaixonada por Clara Nunes, vem se solidificando com uma das maiores cantoras de samba da atualidade. Em 2015, gravou uma das faixas do CD “Sambas para a Mangueira”, produzido pelo Centro Cultural Cartola, em homenagem a Mangueira, ao lado de grandes nomes do samba, como Alcione, Beth Carvalho, Martinho da Vila, Monarco, entre muitos outros, CD esse lançado pela Gravadora Biscoito Fino. O referido CD foi indicado para o prêmio da Música Brasileira.

Em maio de 2016 foi uma das cantoras escolhidas para homenagear os 100 anos do samba e o aniversário do saudoso Clube do Samba, se apresentando juntamente com Martinho da Vila, Diogo Nogueira e Dudu Nobre. Em janeiro 2017 foi convidada para abrir a cerimônia de posse da Secretária de Cultura da cidade do Rio de Janeiro, Nilcemar Nogueira, neta de Cartola e Dona Zica, no Teatro Carlos Gomes, interpretando Sala de Recepção.

Em dezembro de 2017 lançou o CD “Banho de Fé”, pelo Selo MIns, com produção musical e arranjos do maestro Rildo Hora, com as participações de Martinho da Vila e Moacyr Luz, estando em todas as plataformas digitais, tendo sindo indicada para o Prêmio da Música Brasileira, na categoria melhor cantora de samba. Nesse ano de 2018 já dividiu o palco com artistas do quilate de Rildo Hora, Moacyr Luz, Sandra de Sá e Milton Cunha.

SANDRA PORTELLA é samba para se acabar. Paixão pelo ritmo. Samba para os ouvidos. Samba para o coração.

Globo Play > https://globoplay.globo.com/v/2769677/

Programa “Encontro” com Fátima Bernardes

CONTATO PROFISSIONAL

Site > http://www.sandraportella.com.br

Facebook > https://www.facebook.com/cantorasandraportella/

Instagram > https://www.instagram.com/sandraportellaa/?hl=pt-br

E-mail > waguinveiga@hotmail.com WAGNER VEIGA

Telefone > +55 32 99977 6696 WAGNER VEIGA

E-mail > scorpionshow@scorpionshow.com.br SCORPION SHOW PROD. LTDA

Telefone > +55 21 2210 2220 SCORPION SHOW PROD. LTDA

Telefone > +55 21 96760 8360 SCORPION SHOW PROD. LTDA

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 03/04/2019 às 21h20
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Página 9 de 124 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr