Textos

EM NOSSO TEMPO
Nada pode apagar a chama que arde além dos meus olhos
Quando me tocas calma feito o sol aquecendo as águas do mar
Ou ao avesso, ansiosa, aflita
Feito espinho de flor que sangra a carne sem querer machucar
E o tempo nem passou
E tudo que nos prende já desencadeou
Fogo inefável que nos consome sem machucar
A flor da pele transbordando amor, perfume e suor
Do que nos formou, nem outros planos podem separar

E no seu colo
Eu vejo anjos consertando o que Deus criou
Enquanto os homens teimam em continuar a quebrar
E é ai que sinto mais forte a calma do Criador
Que não tem pressa e continua há esperar
Enquanto prepara outro pôr do sol
E nos deixa contemplar
Seus passos, flores que nascem no ar
Infinitos que se tocam em mansidão
Enquanto canta imaculada canção
Seu filho que vem pra nos guiar...
Dom Franklin Mano
Enviado por Dom Franklin Mano em 08/03/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr