Textos

NEM POR RAZÃO OU SÓ PORQUE O AMOR ASSIM QUER
Eu tentei sem conseguir
Por mais que eu quis
Não teve jeito
Não aprendi
A maneira certa nem errada de voltar

Vaguei, resisti, sem saber
Sem poder ou outra força se quer
Senti-a escorrer do meu olhar
Sem poder te tocar
Sem violar
O que eu jurei
Sem te prometer

Em silêncio, o que não se tem
Menos se quer revelar
Por saber que de novo vai custar
Sem merecer o melhor sorriso teu

Se não herdei, como vou compartilhar?
Em todos os anos que sobrevivi
Nunca vi um gesto de amor entre meus pais
E talvez seja por isso que hoje posso te dar
Minha ausência que lhe dará paz
Mais que qualquer gesto meu

Mesmo que pense que eu
Escolhi isto por fraqueza
Ou outro medo qualquer
Como se eu não quisesse nunca receber
Tudo o que eu mais quero de você

Mesmo que
Nem por fraqueza
Ou outro medo qualquer
Saiba que tudo que já passou e ainda vai passar
Te levará em paz aos abraços dos filhos teus

Vou conseguir
Não sei por quê
Nem por razão
Ou só porque o amor assim quer
Mas sei que te darei paz
Mesmo que eu não possa ter

Ao me esquecer
Vai perceber
Que o que plantamos
Vai em paz colher
Quando abraçar os netos teus
Tantas vezes e outras mais
Daqui eu posso claramente ver.
Dom Franklin Mano
Enviado por Dom Franklin Mano em 10/05/2016
Alterado em 26/12/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr