Textos

ENTRE CORAGEM E COVARDIA
Quantas vezes dormir
Pensando em não acordar!
Entre coragem e covardia
Continuo aqui...

Tem certas escolhas que não se pode mudar
Tem outras que não dão mais tempo
Pra pedir perdão aos outros, nem a si.

Já errei tantas vezes
Esqueci de contar
Não sei dizer ao certo
Quantas vezes eu fiquei feliz
Ou me arrependi
Então sente aqui
E vamos brindar
De bocas mudas
Sem repreender o que querem dizer
No fundo de cada olhar
Existe marcas que as cores não nos deixam enxergar
Tudo, nada, quase, talvez que nos trouxe até aqui.

Quantas vezes errei
Tentando recomeçar
Se nunca cheguei ao fim
Se nunca sai daqui
Então sente aqui
E vamos contar
Quantas estrelas caem
E o sol continua ali
Então sente aqui
E vamos brindar
Entre coragem e covardia
Continuamos aqui...
Dom Franklin Mano
Enviado por Dom Franklin Mano em 16/04/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr