Meu Diário
25/07/2018 00h01
AZULINHO DEIXA AQUELE ABRAÇO PRA VOCÊS...

Ainda criança, aos 11 anos, o menino Alexandre estava atrás do palco quando ouviu o chamado. "Agora, com vocês, o filho de Dona Azuloa: Azulinho!". A ordem do pai para assumir o microfone não podia ser desobedecida. Com as pernas trêmulas, foi lá na frente, encarou o público e cantou. Assim foi a "estreia" solo de um artista predestinado à herança artística de um dos maiores nomes do forró, o Mestre Azulão.

Nascido em 13 de dezembro de 1985, dia de Santa Luzia e ainda dia de nascimento de ninguém menos do que Luiz Gonzaga, Alexandre Lima confirma que sua estrada está sendo traçada sob a benção do pai e a tradição do forró.

PRIMEIRO DISCO (2010)

O primeiro disco, de 2010, Azulinho, o filho do Azulão, teve uma pequena tiragem e não chegou ao mercado, sendo vendido apenas em Caruaru e utilizado como material de divulgação do artista.

SEGUNDO DISCO (2014)

Lançou em 29/03/2014 as 21h, na Sala de Reboco (Cordeiro), o segundo disco da carreira, FORRÓ MADE IN CARUARU. Que desde então foi um sucesso e encontra-se à venda nas principais lojas do ramo.

O título do disco é fiel à produção. Gravado e mixado, com capa e encarte produzidos na mais Famosa Cidade do Agreste Pernambucano, o álbum também traz Azulinho interpretando um time de novos e velhos compositores da região. “No universo do forró existe muita gente boa. Só falta espaço para que todos mostrem seus talentos", diz Azulinho, que esteve à frente da produção musical e executiva do disco. A capa do álbum tem ilustração de Pintura Buca, também artista caruaruense.

O disco, com doze faixas, revela que Azulinho segue de fato os caminhos de Azulão. "É um disco que traz modernidade para o forró. Mas nada daquela coisa estilizada. Vivi dentro de uma tradição da sanfona e ela é prioridade em meu trabalho", afirma.

Nascido e criado no Morro do Bom Jesus, bairro de São Francisco, em Caruaru-PE, onde vive até hoje, Azulinho sabe bem o legado que carrega e a responsabilidade de ser filho de Azulão. Nas ruas de Caruaru, não existe um músico mais popular do que o velho Azulão, que aos 76 anos fala com todos com muito bom humor e simpatia.

"O meu tempo passou. E foi bom. Agora é a vez dele", mira para o filho e emenda. "Depois de Azulinho, vem aquele alí", diz apontando para o pequeninho Alexandre Filho, primogênito de Azulinho, que com apenas quatro anos toca um triângulo ritmado e já foi batizado pelo avô de Menino Azulão. "O forró está no sangue da nossa família", garante o mestre.

RECONHECIMENTO (2016)

Ano 2016. Prêmio da Música Pernambucana na Categoria de Melhor Cantor de Forró.

AZULINHO 2018

Atualmente Azulinho está em intensa turnê de shows com o Mestre Azulão pelo Nordeste Brasileiro, tendo se apresentando em 09/06/2018 no São João de Caruaru (Um dos Maiores Festivais de Forró do Mundo) e em 24/07/2018 no Festival de Inverno de Garanhuns-PE  (Um dos Maiores Festivais de Inverno da América do Sul e Latina).

CONTATO PROFISSIONAL

Facebook > https://www.facebook.com/azulinho.comunicacao/

Instagram > https://www.instagram.com/azulinhooficial/?hl=pt-br

Telefone Shows > +55 81 9301-0191

E-mail Shows > azulinho.comunicacao@gmail.com 

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 25/07/2018 às 00h01
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
24/07/2018 20h23
AZULÃO DEIXA AQUELE ABRAÇO PRA VOCÊS...

Francisco Bezerra de Lima é o nome de batismo de Azulão, apelidado pelo radialista Arlindo Silva, pelo fato de Francisco só se apresentar com roupas azuis. Ele dizia: “Bote esse Azulão para cantar”. O povo adotou o apelido que dá origem ao artista Azulão.

Azulão nasceu em Brejo de Taquara, distrito de Caruaru, em 25 de junho de 1942. Neste dia, ainda restavam brasas da fogueira de São João, e talvez por isso, ele tenha nascido com o forró nas veias.

Aos 9 (nove) anos já arriscava umas cantigas ouvindo os tios que eram músicos, sem exercer a profissão. Mas foram as interpretações e os acordes de Luiz Gonzaga que despertaram em Azulão a paixão pela música e ele nem imaginava que anos depois subiria ao palco junto ao Rei do Baião (Luiz Gonzaga). Nessa época, o menino Francisco vendia picolé nas ruas de Caruaru, e eventualmente apresentava-se no auditório da Rádio Difusora, onde foi sendo descoberto pelos radialistas caruaruenses.

Em 1964, Azulão já era sucesso. O grande público já pedia suas músicas, na rádio, era o tempo de ‘Olhei meu amor’ (primeiro sucesso de um compacto duplo). Veio então o convite do Mestre Camarão para Azulão integrar - como vocalista – a Bandinha do Camarão (primeira banda de forró do Brasil), onde passou vários anos e gravou 2 (dois) LP´s.

No ano de 1975 gravou seu primeiro Long Play solo – ‘Eu Não Socorro Não’, pelo Selo Esquema. Todas as músicas foram um grande sucesso. A partir de então, não parou mais. Ano após ano emplacando sucessos em todo Nordeste, como ‘Dona Tereza’, ‘Nega Buliçosa’, ‘Mané Gostoso’, ‘Trupé de Cavalo’, ‘ Ô Invocado’, ‘Afogando a Minha Dor’ e tantas outras músicas, lembradas até hoje e perpetuadas pelas novas gerações.

Medindo 1,45m de altura, nem dá pra esperar uma voz com tamanho vigor. Mas no palco, o pequeno grande – outro apelido que ganhou do locutor Ivan Bulhões, que diz sobre Azulão “além de contagiar, tem ritmo, carisma e muita malandragem”.

Como compositor, ele retrata com clareza as coisas da sua gente, da sua região. Suas canções podem ser ouvidas nas vozes de Marinês, Genival Lacerda, Jacinto Silva, Os Três do Nordeste, Marinalva, Joana angélica, Déu do Baião, Messias Holanda, Valmir Silva e além de outros grandes nomes da música nordestina brasileira.

Realizou shows em Belém-PA, Fortaleza-CE, Salvador-BA, Aracajú-SE, Natal-RN, Porto Velho-RO, Governador Valadares-MG, Picos-PI, Campina Grande-PB, várias cidades dos Estados de Roraima, Rio de Janeiro e São Paulo, além de inúmeras Cidades do Nordeste Brasileiro.

Nos anos de 1970 participou da caravana junto com, Jacinto Silva, Tonho de Alagoas apresentando-se na Venezuela.

Por tudo isso, Azulão é a grande referência musical da Capital do Forró – Caruaru – cidade cantada por ele em vários de seus LP´s. Azulão sempre esteve ligado à valorização da Cultura Pernambucana, sendo um de seus maiores representantes.

HOMENAGENS RECEBIDAS

Ano de 1995. Homenageado do São João de Caruaru-PE. Título: São João Azulão.

Ano de 2003. Documentário em Homenagem a Azulão. Título: Azulão – O Pequeno Grande. Documentário premiado com a melhor trilha sonora na Jornada da Bahia e melhor trilha sonora adaptada no Festival Guarnicê – Maranhão.

Ano de 2005. Homenageado no dia do Brasil na França.

Ano de 2012. Especial em Homenagem a Azulão exibido pela TV ASA BRANCA afiliada da REDE GLOBO.

Ano de 2012. Homenageado São João de Caruaru-PE. Título São João Gonzagão e Azulão.

Ano de 2017. Homenagem com o Troféu Gonzagão em Campina Grande-PB.

PRÊMIOS E CONDECORAÇÕES

Ano de 2005. Troféu Talentos da Maturidade – 7ª Edição / Melhor Cantor Intérprete representando Pernambuco.

Ano de 2007. Troféu Ouro – Caruaru-PE.

Ano de 2016. Troféu Diva Pacheco/ Maior Teatro ao ar Livre do Mundo em Fazenda Nova, Brejo da Madre de Deus, Pernambuco.

Ano de 2017. Troféu Gonzagão em Campina Grande-PB pela sua Contribuição com a Cultura.

CONTATO PROFISSIONAL

Telefone Shows > +55 81 9301-0191 (Empresário Azulinho)

E-mail Shows > azulinho.comunicacao@gmail.com (Empresário Azulinho)

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 24/07/2018 às 20h23
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
23/07/2018 20h40
ANALISS DEIXA AQUELE ABRAÇO PRA VOCÊS...

Cantora, compositora e Bacharel em Canto Lírico. Desde pequena sempre esteve envolvida com música mas iniciou sua carreira musical em 2003; quando formou sua primeira banda em parceria com seu primo. Fã de Kiko Loureiro seu desejo era se tornar uma guitarrista, acontece que devido a ausência de um cantor Analiss veio a ocupar esse cargo na banda também, e por fim se apaixonou tanto quanto já era apaixonada pela guitarra.

Começara sua jornada como cantora e guitarrista dentro da banda, e com cerca de 17 anos iniciou suas composições autorais, mais uma paixão que já dura cerca de 15 anos.

Além de apresentações como instrumentista em corais e outros eventos musicais, dentre eles com a Banda Roupa Nova, integrante da orquestra no Acústico 2, Analiss em 2008, participou e ganhou em 3º lugar a promoção: Tire sua banda da garagem com a Groove Strings e produtor Arthur Maia. No ano seguinte, teve sua música La América consagrada no Festival de Música da Universidade Estadual de Maringá, com as premiações de Melhor Arranjo e Música Cidadã, além de fazer parte do DVD.

Em 2014 lançou um cd produzido por Tadeu Patola, um dos grandes nomes no cenário musical e após varias tentativas frustradas de consolidar um trabalho em banda, ao final de 2015, Analiss decide tornar-se artista solo e dar continuidade a sua carreira.

Agora como artista solo lançou seu EP Acústico “Coisas da Vida”, (2016) cujo qual tem também um LIVE Sessions disponibilizado no seu canal Youtube.

Sua música “Girassol”, é uma composição que retrata em uma linda história o sentimento de saudade, e a esperança que ainda continua viva esperando alguém que já se foi. O vídeo da música conta com participação especial e já esta sendo veiculado em grande parte dos canais de TV a cabo: PlayTV, MusicBox, Multishow, dentre outros.

Atualmente em 2018 lançou seu single intitulado "Acertei na mosca", produção musical de Jeff Pinas, músico, conceituado no cenário musical atual, principalmente por trabalhos lindos com o Duo Anavitória e outros artistas.

Nessa canção Analiss canta toda felicidade que sentimos quando amamos e somos amados. Quando encontramos nosso lar em forma de pessoa. Procuramos por um amor que nos envolva de uma forma linda e sincera, e apesar de sabermos que nem tudo é apenas romance temos a certeza de que aquele beijo foi nossa melhor escolha e agora como diz a canção: de um cupido não preciso mais.

Analiss está trabalhando na divulgação desse seu single entitulado “Acertei na Mosca” e preparando novas composições e novidades que irão sair em breve nas suas redes sociais.

CONTATO PROFISSIONAL

Site > www.analiss.com.br

Youtube > www.youtube.com/AnalissOficial

Facebook > www.facebook.com/AnalissBr

Instagram > www.instagram.com/AnalissOficial

Twitter > www.twitter.com/AnalissOficial

E-mail Shows > analissoficial@gmail.com

Telefone Shows > +55 (11) 96423-8954

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 23/07/2018 às 20h40
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
23/07/2018 19h49
CHICO BROWN DEIXA AQUELE ABRAÇO E BEIJO PRA VOCÊS...

Francisco Buarque de Freitas, o popular CHICO BROWN (21 anos), é filho de Helena Buarque de Hollanda e Carlinhos Brown, neto materno de Marieta Severo e Chico Buarque.

Chico cursa Produção Fonográfica na Faculdade Estácio (Rio de Janeiro – Brasil) e mantém uma banda que se apresenta nas casas noturnas do Rio de Janeiro.

CHICO BROWN SOBRE A BANDA

“Tocamos de swinguera da Bahia, com uma pegada mais tropical-psicodélica, a rock e misturo tudo com a estética da canção, às vezes voz e violão. Tudo isso para ligar a música brasileira com todos os gêneros do mundo que se mostrem compatíveis – latino, cigano, europeu no período mais clássico, jazz e por aí vai.”

CARLINHOS BROWN SOBRE CHICO BROWN

“Ele tem muita competência harmônica, desenvoltura com todos os instrumentos… É um virtuoso.” CARLINHOS BROWN

CHICO BUARQUE SOBRE CHICO BROWN

“Multi-instrumentista, autodidata e com ouvido absoluto, Chiquinho é o melhor músico da família." CHICO BUARQUE

CHICO BROWN & CHICO BUARQUE

Em agosto de 2017 ganhou projeção nacional no Brasil com o lançamento de MASSARANDUPIÓ, música composta em parceria com Chico Buarque que faz parte de seu último disco  CARAVANAS.

CHICO BROWN 2018

Atualmente está em intensa turnê de shows pelo Brasil e finalizando as composições e arranjos de seu primeiro CD, um projeto solo com lançamento previsto ainda para esse ano de 2018

CONTATO PROFISSIONAL

Facebook > https://www.facebook.com/chicowbrown/

Instagram > https://www.instagram.com/chicobrown96/?hl=pt-br

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 23/07/2018 às 19h49
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
19/07/2018 07h51
TAMMY LOUIE DEIXA AQUELE ABRAÇO PRA VOCÊS...

Tammy Louie, guarulhense, 27 anos, cantora e compositora.

Começou a cantar na Igreja aos 9 (nove) anos, cantou em algumas bandas covers também, e como sempre acreditou na música autoral e em autenticidade, resolveu investir seu precioso tempo em algo que fosse verdadeiro.

Acabou de lançar o clipe do single "Tudo que sou", que faz parte do seu primeiro EP Verdades.

CONTATO PROFISSIONAL

Facebook > https://www.facebook.com/tammylouieoficial

Instagram > https://www.instagram.com/tammylouiemusic/

Youtube > https://www.youtube.com/channel/UCuzOh_OY4vjbOSUdZcgUsiw

E-mail Shows > tamires-silvestre@hotmail.com

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 19/07/2018 às 07h51
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Página 6 de 90 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr