Meu Diário
03/10/2017 05h30
NOÊMIA DUQUE DEIXA AQUELE BEIJO PRA VOCÊS...

Noêmia Duque é uma Cantora, Compositora, Bailarina e Escritora Brasileira. Iniciou sua carreira artística em Salvador-Bahia compondo e cantando em blocos afros como o Muzenza, Pérola Negra, Olodum e Ilê-Aiyê nos quais ganhou prêmios com composições de sua autoria. Cantou em corais, estudou teoria musical e violão, participou do Grupo de Jongo do Mestre Darcy da Serrinha em 1988, fez backing vocal para artistas como Raimundo Sodré em 1989, Margareth Menezes em 1990, entre outros. Foi vocalista da Banda Juventude do Pelô em 1994. Mudou-se em 1995 para o Rio de Janeiro, cidade na qual vive atualmente, onde estudou teclado, cantou em eventos no Museu de Arte Moderna em 1998, no Ballroom em 1999, na Faculdade de Direito da UFRJ em 2001, no Museu da Imagem e do Som em 2002, na sede da ONG Ação Comunitária do Brasil na Maré em 2003 e no evento de Hip Hop da Zulu Nation Brasil, no Circo Voador em 2004 e no Madame Vidal em 2006.

Disponibilizou em 2005, o seu cd independente “Antecedentes Musicais” no site da Tramavirtual e cinco canções de sua autoria, ficaram entre as 100 mais ouvidas por mais de um mês, entre elas a música “Entrei no seu site ontem” que tornou-se um hit da internet, ficando durante quatro semanas em 1o lugar no Top 100 da Tramavirtual, sendo escolhida a Música do Ano pela audiência do site paulista. O resultado da boa receptividade do público gerou um convite para fazer um show no Garage – Sobradão do Rock no final do mesmo ano.

A boa repercussão no site também levou-a a ser citada pela colunista Mônica Bergamo da Folha de São Paulo, pelo jornalista Lúcio Ribeiro em sua coluna Pensata da Folha on-line, a ser entrevistada pelo próprio site da Tramavirtual e pelo jornal O Dia, do Rio de Janeiro, entre outros veículos de comunicação, além de ter as suas músicas tocadas em podcasts do Brasil e do exterior e em programas de rádios. Atualmente está divulgando o single “Estado Democrático de Direitos” canção que faz parte do seu novo EP em processo de gravação e participa como cantora convidada do Baculêju da De Sá, evento musical mensal comandado pela cantora e compositora Sandra de Sá no Teatro Gláucio Gil, em Copacabana, RJ.

Graduada / Licenciada em Letras Vernáculas e Inglês pela UFRJ, é cronista, dramaturga, poeta e atou por dois anos como repórter freelancer escrevendo artigos e fazendo entrevistas para a Revista MTV Brasil. A peça de sua autoria “Sem Violência, 100% Paz”, foi encenada em 2003, com patrocínio do Banco Mundial. Participou de seis antologias poéticas. Lançou em 27 de julho de 2017 seu livro solo ProsaPoesia - Poemas e Canções com prefácio de Jorge Mautner e posfácio de Gilberto Gil.

CONTATO PROFISSIONAL

Site > www.mpbzona.com

Soundcloud > soundcloud.com/noemia-duque

Facebook > https://www.facebook.com/projetoliterarioprosapoesia 

 

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 03/10/2017 às 05h30
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
02/10/2017 18h38
LAURO LELLIS DEIXA AQUELE ABRAÇO PRA VOCÊS...

Lauro Lellis é um Baterista Brasileiro, natural de São Paulo Capital. Teve seu primeiro contato com a música através de sua mãe a Professora Diva C. Lellis, com quem iniciou seus estudos de Piano, passando para o violão e definitivamente para a Bateria.

Estudou Percussão com Claudio Stephan e Vibrafone com Carlos Tarcha (O. S. M.). Estudou Bateria no Centro Livre de Aprendizagem Musical (Clam, Escola do Zimbo Trio) com os professores Rubens Barsoti e João Luiz Arriza (in memoriam). Seus estudos incluem ainda cursos com Jorge Miller e Dirceu Medeiros (in memorian), Dinho Gonçalves e Boby Whyatt.

Foi professor do Centro de Estudos Musicais Tom Jobim ex-U.L.M., Escola Ritmos e Centro Cultural Idema.

Escreveu diversos artigos em revistas especializadas de música entre elas “Revista Batera e Percussão” na qual foi colunista por mais de uma década.

Lauro Lellis atuou com diversos artistas e músicos de renome da MPB como: “Tom Zé” (entre os anos de 1990 a 2012), Martinha, Miriam Batucada, Tetê da Bahia, Amelinha, Elba Ramalho, Lilian Knapp, Neusa Niwa (Japão), Djalma Dias, Maestro Eli, Flavio Dimensão 5, Vicente Barreto, Jarbas Mariz, Enock Virgulino, Zé Miguel Visnick, Carlinhos Antunes, Jerry Adriani, Wanderlei Cardoso, Ife Tolentino, Suzana Sales, Tuca Fernandes, Eliana Estevão, Silvia Maria, Iza Brasil, Mara Melges , Roberto Lazzarini, Amilson Godoy, Walmir Gil, Ubaldo Versolatto, Itamar Collaço, Oswaldo Amorim, Geraldo Vieira, Anibal Garcia,Paulo Gomes Teixeira,Eder Sandoli, Marco Prado, Marcelo Tôrres, Zazá Amorim, José Roberto Araujo, Miguel Briamonte, Tarcisio Arruda Paes, Amilson Godoy, Gilberto Ferri. Proveta, Bocato, Hector Costita, Heraldo do Monte, dentre outros.

DESTACAM-SE AINDA AS SEGUINTES APRESENTAÇÕES NO BRASIL E EXTERIOR:

BRASIL

• Instrumental Sesc Paulista, São Paulo/SP.

• Abril pro Rock, Recife/PE.

• Rumos musicais, Itaú Cultural, São Paulo/SP.

• Talento Jazz /S.P, Cabaré/MG.

• Vº Mostra de Jazz de Tatuí, Tatuí/SP.

• IIº Festival de Jazz de Presidente Prudente.

• Iº, IIº e IIIº Encontro Brasileiro de Bateristas, Sesc/SP.

• Cascavel Jazz Fest. VIIº e XIIº, Edição/Paraná.

• IIIº Encontro Sul de Bateristas, Florianópolis/SC.

• Rock in Rio III° e IV° Edição, Rio de Janeiro/RJ.

• Heinekeen Concert / São Paulo/SP.

• Iº Festival de Música Étnica, São Paulo/SP.

• IIº Festival de World Music, Belo Horizonte/MG.

• Iº Foro Social Mundial, Rio Grande do Sul.

• FILO/ Festival Internacional de Londrina/PR.

• Iº FLIP/ Festival Literário Internacional de Parati/RJ.

• Feira da Música Independente, Brasília/DF.

• 12º e 14º Porto Alegre em Cena, Porto Alegre/RS.

• 17ª Noite Cultural, Brasília/DF.

• 31º Festival de Inverno de Itabira.

• Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana, MG.

• Iº Festival  “Da Loucura”, Barbacena/MG.

• Iº Fest. Música Independente, Maceió/AL.

• Projeto Caixa Cultural, Curitiba/Rio Janeiro/Brasília.

• Circuito Sesc de Artes, SP.

EXTERIOR

• Ruhrfestspiele / Recklinghausen-Nachtrock / Spezial / Berlin-Franz Club / Berlin (ALEMANHA).

• Club Erimitage –Schwaz – (ÁUSTRIA).

• Festival Internacional de Buenos Aires – Fest. Estação Brasil - Fest.Nokia Aqui se Baila Asi/B.A. - (ARGENTINA).

• Fest. Europália/Bruxelas/Antuérpia (BÉLGICA).

• DuMorrierJazz / Festival / Vancouver / Edmonton / Toronto / Montreal/ Saskatchuan (CANADÁ).

• Fest.Spoken Word / Gijón - Sons da Diversidade/ Santiago de Compostela Festival de Outono - Fest. Red Bull Academy /Madrid, (ESPANHA).

• Moma Museu de Arte Moderna/New York – Summerstage – Central Park/New York- Fest.  Lincoln Center/New York – S.O.B.S./New York - Walker Art Center/ Mineapolis – (Estados Unidos da América).

• Fest. Musica Brasileira/ Saint-Nazare - XIXº e XXIIº Fest. Banlieues Bleues/ Paris-  Fest. Europália/Vallenciene - Fest. “Eurockneess”/Belfort -.”Jazz en Vienne”/Vienne – .Parck de La Villete Fest./Paris – (FRANÇA).

• Festival Europália/Gent/Ultrecht, Festival Drum Rhytm/Amsterdã- (HOLANDA).

• Trama Show Case/Cadogan Hall -  Fest. Música Latina “Queen Elizabeth Hall” - Fest.“Tropicália” BarbicanCenter/Londres – (INGLATERRA).

• Fandango Jazz Fest / Roma - Fest. “Música do Mundo” /Torino – Miro Club/Bolzano – Club Via XI Febraio/Lévico - (ITÁLIA).

• Fest. “World Music¨ Teatro Aula Magna/Lisboa- Fest. “Sons no Palácio de Cristal”/Porto - Fest. Do “Mediterrâneo”/Loulé - Fest. “Do Outro” /Guarda – Expo 98/ Lisboa - Fest. Teatro Viriato/ Viseu – Mostra Centro Cultural Villa Flor/ Guimarães -  Fest. Músicas do Mundo – Castelo de Sines, /Sines - (PORTUGAL).

• Mostra de Música Brasileira/Zurick - 39º Edição do Fest. Jazz in Montreux Sala Miles Davis Hall /Montreux- Club Mühle Huziken/ Rubigen (SUIÇA).

Atualmente, na área didática atua como diretor e professor no Centro Musical Morumbi, é autor do Livro “O Samba de Cada Um” direcionado para bateristas. Na área prática, vem realizando workshop´s e master class. Na música Instrumental atua com os grupos: “MOKSHATRIO” tendo lançado o CD. INTROSPECTION, DVD ONIRICO, e o C.D. Brazilian Jazz e com o Acarahiba Trio.

Lauro Lellis é patrocinado pelas marcas: Baterias R.M.V. Modelo Exclusive, Peles R.M.V. mod. Classic Duo, Baquetas C. Ibañez signature mod. 911, Power Click, Pratos Bosphorus, Batera Clube, Obaterista.com

CONTATO PROFISSIONAL

Site > http://www.laurolellis.com

Site > http://www.centromusicalmorumbi.com

Facebook > http://www.facebook.com.br/laurolellis

Facebook > http://www.facebook.com/Acarahibatrio

E-mail: laurolellis@gmail.com

 

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 02/10/2017 às 18h38
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
02/10/2017 17h50
ADOLAR MARIN DEIXA AQUELE ABRAÇO E BEIJO PRA VOCÊS...

Paulistano do Ipiranga, Adolar Marin é um Compositor, Cantor e Instrumentista Brasileiro. Descobriu-se para a música desde que dedilhou as seis cordas do violão pela primeira vez, aos oito anos. A partir daí, completou todo o ciclo da infância e juventude acompanhado por violões, guitarras, cantorias entre amigos, microfones, pedais etc. Aos 18 anos, caiu na noite musical do Brasil e de lá nunca mais saiu. Tocou de tudo: samba, rock, MPB, baião, carnaval... Com a chegada da literatura e da poesia em sua vida, escreveu as primeiras letras. E as primeiras canções.

Em 1998, gravou o primeiro CD, Qualquer Estação. Naturalmente, os shows começaram a acontecer pelos SESC’s, teatros, festivais, as matérias pelos jornais e revistas e as canções nas rádios espalhadas pelo país.

Viajando pelo Brasil, cantou e gravou ao lado de nomes como Ivan Lins, Fátima Guedes, Guarabyra, Sizão Machado, Virgínia Rosa, Cristóvão Bastos, Dominguinhos, entre outros.

O segundo CD, Atemporal, foi lançado em 2006. É desse disco as premiadas canções “Por Pouco”, “Baião de Um”, “Flor Deserta”, “A Minha Casa” e “Meu Choro, Seu Riso”, esta última vencedora do Prêmio Sesc de Música Tom Jobim, em 2013.

Também em 2013, lançou o show/cd Epílogo, que vem conquistando sucesso: foi destaque no programa Cesta de Música da Rádio CBN, na TV Record News e na Rádio Nacional de Brasília, que realizou um especial sobre sua carreira. As canções vêm sendo executadas, com destaque para Beleza, na programação da rádio USP FM.

Em 2014, se apresentou ao lado da OSSA (Orquestra Sinfônica de Santo André), conduzida pelo Maestro Abel Rocha, cantando seu repertório próprio. No mesmo ano, recebeu o convite e compôs o tema dos 40 anos do grandioso Festival de MPB de Ilha Solteira.

Em 2015, idealizou, ao lado da cantora e compositora Marcia Cherubin, da produtora Solange Rocco e do jornalista Silvio Berengani, o Projeto Música no Parque, com apoio da Prefeitura de Santo André. Também dirigiu musicalmente o show Homenagem a Madan, cuja primeira apresentação se deu no Auditório do Itaú Cultural, com grande elenco.

Artista bastante conhecido e ativo da cena musical independente, Adolar criou e roteirizou em 2015 o programa Na Minha Casa para receber amigos da música de todo o país. Com 22 edições online (Youtube e Facebook, além de sites e rádios virtuais) entrevistou e tocou com grandes nomes como Kléber Albuquerque, Carlos Navas, Filó Machado, Conrado Pera e Zeca Baleiro, este último recebido no programa especial comemorativo de um ano.

Agora em 2017, se prepara para lançar o 4º. CD da carreira e segue com sua agenda de shows pelo Brasil.

CONTATO PROFISSIONAL

Facebook > http://www.facebook.com/adolar.marin

BA ROCCO PRODUÇÕES

Produtora Solange

E-mail > baroccoprod@gmail.com

Telefone > +55 (11) 9 9963-6143

 

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 02/10/2017 às 17h50
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
01/10/2017 14h00
RENATA JAMBEIRO DEIXA AQUELE BEIJO PRA VOCÊS...

Renata Jambeiro, brasiliense, nascida em 22 de dezembro de 1981 é cantora e atriz e aos 9 anos de idade já ensaiava os primeiros passos no palco. Formada em Artes Cênicas, pela UnB (Universidade de Brasília), a finalista do Prêmio da Música Brasileira 2016 (categoria melhor cantora de samba) foi premiada com seu mais recente álbum, FOGARÉU, na coletânea Prêmio Grão de Música/2016 e tem sua música “Levanta” (em parceria com João Martins) na trilha sonora da novela das 21h00, da Rede Globo, A Lei do Amor/2016.

Desde o início de sua trajetória transita entre teatros intimistas e grandes palcos para multidões com sua performance que faz vidrar os olhos e pular o coração. Dona de multi-habilidades, Renata atuou em mais de 20 espetáculos teatrais como atriz, coreógrafa, codiretora e preparadora corporal. Começou sua trajetória no ballet, seguido de dança de rua, jazz, dança de salão, se firmando na dança contemporânea. Completa em 2016, quinze anos de música, reúne 3 CDs: Jambeiro/2007, Sambaluayê DVD e CD 2010/2011, Fogaréu/2015, Documentário Tradições do Brasil, prêmio de melhor intérprete, shows por todo o Brasil e em países como França, Alemanha, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde. Esteve em longa temporada na Lapa/RJ, integra o Bloco Carnavalesco Mulheres de Zeca e faz parte do corpo docente do Instituto Mpumalanga: Caravana do Esporte e das Artes (UNICEF/ESPN/DISNEY) com a oficina Jovens Em Ação, que promove protagonismo juvenil por meio da arte. E nessa miscelânea de ações ainda ministra workshops de samba e de atuação para cantores, além de cantar ao lado de grandes artistas como Daniela Mercury, Diogo Nogueira, Nicolas Krassik, Nei Lopes, Dona Ivone Lara, Chico César, Monarco, Noca da Portela, Fabiana Cozza, Nilze Carvalho, Leandro Fregonesi, Ana Costa, e outros ícones da nossa música.

Seus shows dançantes, enérgicos e performáticos aproximam as culturas tradicionais das novas gerações e atendem o mercado internacional com material genuinamente brasileiro. Jambeiro é calor, é quentura, é Fogaréu, é a cara do Brasil.

Terceiro álbum da artista Renata Jambeiro, firma-se como uma nova proposta musical em sua carreira. O novo disco traz um olhar festivo, dançante e sofisticado sobre os ritmos da cultura popular tão rica de nosso país. Promove a força da mestiçagem musical existente no sagrado e no profano, no templo, na rua, no arraial, no ritual, no carnaval, conectando-se com seu último trabalho desenvolvido com sucesso no Brasil, África e Europa. Desta vez, agrega o samba de terreiro e o samba-afro às culturas também tradicionais como ciranda, galope, baião e maracatu e morna de Cabo Verde, mantendo assim, a ligação artística da cantora com os temas e origens africanos, fazendo um cruzamento entre tais ritmos e elementos, propondo uma formação regional, com violão, cavaco, bandolim, acordeon, violino, rabeca, pífano e percussões.

Produzido pelo violinista Nicolas Krassik e o compositor Leandro Fregonesi, com arranjos do maestro Ivan Paulo, direção de percussão de Thiago da Serrinha, direção de voz de Luís Filipe de Lima, selo da gravadora Fina Flor, atuação de músicos de alto padrão (Lúcio Rodrigues, Leo Pereira, Marcelo Caldi, Luís Barcelos, Luiz Augusto, Chris Mourão, Rafael Chaves, Paulino Dias, Rafael dos Anjos) e participações especiais de Chico César, Carlos Malta, Fabiana Cozza, Nilze Carvalho e Pandeiro & Repique Duo, o disco conta com uma equipe de primeira linha, que apresenta repertório de clássicos de Nei Lopes, João do Vale, Vinícius de Moraes e Toquinho, Carlos Nasser e Elias Jabur e Moacyr Luz, misturadas às composições autorais da intérprete e ainda a inéditas de compositores da nova geração como Leandro Fregonesi, João Martins, Rafael dos Santos, Raul DiCaprio e Ciraninho.

Fogaréu é festa, é dança e alegria, é força e é dengo, é tambor na fogueira, é cachaça e é engenho, é palma da mão, é calor e é amor, é brasilidade genuína, é morna cabo-verdeana, é milho, é rabada com agrião, é São Jorge e São João, zabumba e tamborim, é samba e forró, é beijo de vó, é fita bonita, é saia de chita, é côrte, é corso, é pandeiro e violão, boca seca e pé no chão, é um caminho, é um carinho, é um cheiro no cangote, um chamego, é estouro de rojão, é reza, é oração...

CONTATO PROFISSIONAL

Site > http://www.renatajambeiro.com.br/ 

Facebook > https://www.facebook. com/renatajambeiro/

Shows:
+55 (11) 9.5482-0608
- shows@renatajambeiro.com.br 

 

• Produção Geral: 
- Iris Moraes | +55 (61) 9.8433-2421
- jbrproducoes@gmail.com

 

• Gravadora:
- Fina Flor (Ruy Quaresma) 
- ruyquaresma@finaflor.art.br 

 

• Assessoria Digital:
- Maury Cattermol | +55 (11) 9.9911-4152
- maury@ritmiza.com.br


Publicado por Dom Franklin Mano em 01/10/2017 às 14h00
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
26/09/2017 22h28
FRANK COLÓN DEIXA AQUELE ABRAÇO PRA VOCÊS...

Frank Colón, born October 13, 1951, is an American Musician and Martial Artist of Puerto Rican descent.

Born in Washington, D.C., Colón moved from there to Puerto Rico at the age of five. His musical instruction began at age eleven, beginning with classical piano lessons, under the guidance of Angelina Figueroa and Rafael Figueroa, both members of Puerto Rico's most prestigious classical music family. Colón kept up his piano studies throughout his teenage years, trying his hand at pop guitar, electric bass, and trap drums, as well. He was also very active in municipal and collegiate sports, martial arts, and amateur theater. During this time, he worked with various local pop music groups throughout the island of Puerto Rico.

In 1970, he moved back to Washington, D.C. to attend college at American University, where he majored in Political Science. During this time, his musical orientation changed from melodic instruments to percussion. Finishing his university requirements, he turned full-time to his music.

In 1976, Colón moved to New York City, on a call to work with his friend and mentor, the legendary drum master, Julito Collazo. Through Julito's guidance, he became proficient at playing the Batá drums, sacred to the Orisha (Santería) religion.

Colón has played Brazilian percussion since the time he lived in Washington, D.C. Besides learning other rhythms and instruments from the interior of Brazil, he excels in his knowledge and skill of the Capoeira. Having always pursued knowledge in both music and martial arts, Colón is today one of only a handful of American black belt instructors in the Israeli self-defense system called Krav-Maga, having been certified as such by the Wingate Institute of Israel and Krav-Maga International, Inc. He was the first elected Vice-President of the American Association of Krav maga Instructors (AAKMI), nowadays known as The Krav maga Federation. He currently holds the rank of Professor Black Belt Dan 2.

A partial list of those with whom Colón has performed, recorded and/or toured includes The Manhattan Transfer, Wayne Shorter, Weather Report, Thalía, Mary J. Blige, Harry Belafonte, Gato Barbieri, Chet Baker, Pat Metheny, Aretha Franklin, Herbie Hancock, Gilberto Gil, Larry Coryell, Janis Siegel, Jimmy Smith, Minehaha, Milton Nascimento, The Kremlin Chamber Orchestra, Tania Maria, Ernie Watts, Paquito D'Rivera, Dave Valentin, Jon Lucien, João Bosco, Francisco Buarque de Holanda, Michael Wolff, Cesar Camargo Mariano, Ney Matogrosso, Elba Ramalho, Marina, Adam Klipple, Roman Miroshnichenko, RPM, Larry Coryell, Billy Taylor, Gal Costa, Azymuth, Dianne Reeves, Michel Camilo, Nestor Torres, Felix Cavalieri, Airto, Mickey Hart, Samir Chatterjee, Michael Galasso, George Benson, among many others.Also played with Badal Roy and Atilla Engin.

Colón has been featured in numerous television specials all over the world. These have included an HBO special with Harry Belafonte titled, "Don't Stop the Music", taped in Winnipeg, Canada; a Disney Channel Special with the Manhattan Transfer, titled, "Going Home"; a TV special with Tania Maria for the "Ohne Filter" show, out of Baden-Baden, Germany; a Brazil TVE special with Milton Nascimento "Live in Montreux"; two appearances on The Tonight Show with The Manhattan Transfer – one with Johnny Carson and the other with Jay Leno; a special on WIPR-TV in Puerto Rico, featured with Tania Maria, performing in the Heineken Jazz Festival; an HBO broadcast of the 40th Anniversary of Atlantic Records, in Madison Square Garden; an appearance on the Good Morning America show (ABC TV) with The Manhattan Transfer, and various other appearances performing with his own band throughout Russia, Uzbekistan, Kyrgyzstan, Georgia and Moldova.

He is also featured in the movie, Calle 54, by Oscar-winning director, Fernando Trueba.

PROFESSIONAL CONTACT

Facebook > https://www.facebook.com/frankcolonpercussionist  

 

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 26/09/2017 às 22h28
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Página 4 de 57 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr