Meu Diário
13/04/2018 07h04
ALSELMO CARLUCCI DOS INOCENTES DEIXA AQUELE ABRAÇO PRA VOCÊS...

Anselmo Carlucci, conhecido como Anselmo Monstro é participante ativo do Movimento Punk desde 1978, iniciou sua trajetória em 1984 com a Banda SPCaos, como vocalista e atualmente é baixista dos Inocentes e Fogo Cruzado, bandas pioneiras do Punk Rock no Brasil.

Com os Inocentes, Anselmo Monstro possui uma carreira brilhante com 8 discos gravados, em DVD ao vivo e musicas de sua autoria, como Nem sempre, Um cara qualquer, entre outras, participou de programas de TV, entre eles, o extinto Programa “H” do Luciano Hulk, Altas Horas, Musikaos da TV Cultura, Rock Gol  na MTV, fez shows memoráveis ao lado de outras bandas Nacionais e fazendo abertura para bandas de grande nomes como Ramones, BadReligion, Sex Pistols em grandes festivais, foi destaque da revista Bass Player de agosto de 2014, fatos que ajudaram alavancar sua carreira como baixista do Rock Brasileiro.

Atualmente, mais precisamente em 2017, Anselmo Monstro, à convite do Matheus da Nada Nada Discos, um selo independente e garimpador de relíquias musicais, conseguiu realizar um de seus sonhos da antiga, gravar o disco da extinta banda SPCaos, com musicas de sua autoria, retiradas de uma fita K-7 gravada em um dos ensaios da época pois foi o único registro encontrado para dar frutos á 1000 cópias,  garantindo assim a banda SPCaoso destaque internacional, pois a maioria das cópias foram direcionadas ao Japão e Europa.

Anselmo segue sua carreira nos dias de hoje, com novos projetos junto aos Inocentes que inclui, entre outras coisas, lançamentode mais uma cerveja personalizada, essa comemorativa de 37 anos da banda e a gravação de um novo álbum que já esta em andamento, e com a banda  Fogo Cruzado que breve também terá novidades com mais um álbum lançado.

Anselmo Carlucci (Inocentes)

“Miséria e Fome” – Inocentes

Sempre gostei muito desta música. Por falar da desigualdade em geral, da miséria em evidência em um mundo onde existe tanta fartura e por ser algo que gera repúdio não apenas por punks, mas por todos em geral. Por eu tocar e por estar ainda em evidência depois de tantos anos e também porque quando eu era público do Inocentes, curtia muito essa música.

ANSELMO CARLUCCI - INOCENTES (1995 - Atualmente)

Em 22/03/2018 às 20 horas no Partisans Pub em São Paulo-SP, pela Cervejaria Suméria IPA lançou a CERVEJA INOCENTES.

Em 2017, uma instituição do punk rock e do rock nacional comemorou sua história disparando música e vitalidade para todos os lados. Se os 40 são os novos 30, o Inocentes provou que tem ainda muito mais a mostrar. Foram 35 anos de uma trajetória que nasceu no seio do movimento punk paulistano e segue mais viva do que nunca. 

Anselmo Monstro no baixo, Nonô (Luis Singnoreti) bateria, Ronaldo Passos na guitarra e Clemente, voz e guitarra, compõem desde 1995 aquela que se tornou a mais clássica e duradoura formação do Inocentes (até hoje mantida), inaugurada com o marcante disco “Ruas”.

O atual quarteto rodou os principais festivais do país (Abril Pro Rock, em Recife, Close Up Planet, em São Paulo, Goiânia Noise, em Goiânia e Porão do Rock, em Brasília) e dividiu o palco com as lendas Sex Pistols, Marky Ramone, Bad Religion, Pennywise, entre outros. Gravaram 7 álbuns e coletâneas e construíram uma história recente muito consistente e criativa, tendo a música “Cala Boca” (presente nas paradas das rádios rock assim que lançada) como marca registrada.

Em 2017, o Inocentes rodou o Brasil com shows comemorativos que incluirão os grandes clássicos, além de muitas surpresas que há tempos não eram revisitados pelo quarteto.

BANDA INOCENTES (1981 - Atualmente)

Clemente (líder da banda e uma das principais caras do rock nacional), na época baixista, iniciou a carreira em 1978 na lendária Restos de Nada. E passou pelos Condutores de Cadáver, de onde também saíram os outros membros fundadores do Inocentes, que logo se tornou um dos pilares do punk por seus shows incendiários e pela postura cheia de atitude.

Ao lado de Cólera e Olho Seco, participaram da coletânea "Grito Suburbano", em 1982, primeiro registro sonoro do punk brasileiro, e, no mesmo ano, do festival "O Começo do Fim do Mundo", no Sesc Pompéia, resultando em uma coletânea gravada ao vivo. Em 1983, lançaram o compacto "Miséria e Fome". Deveria ter sido o primeiro LP do grupo, mas a censura ainda persistia e 10 das músicas do disco foram barradas pela ditadura militar.

O reconhecimento internacional veio rápido: Jello Biafra (líder do Dead Kennedys) incluiu "Miséria e Fome" em sua lista dos 10 melhores lançamentos do ano no fanzine Maximum Rock’n’Roll, de San Francisco. “Grito Suburbano” foi lançado na Alemanha pelo selo Vinil Boogie com o nome de "Volks Grito", e a banda foi incluída em outra compilação alemã - "Life is a Joke", do selo Weird System.

Apesar do sucesso, com o acirramento das brigas de gangues entre 1983 e 1984, o Inocentes afastou-se do movimento e se aproximou da cena do rock paulista. Com uma sonoridade mais próxima ao pós-punk, chegaram à Warner em 1986 como o primeiro conjunto do punk paulista contratado por uma grande gravadora. Ali foram lançados três discos, entre eles o antológico EP "Pânico em SP".

Com a saída da Warner no início dos anos 90, a banda passou por um período conturbado, com várias mudanças de formação e sonoridade, mas sempre produzindo e lançando discos, até retomar a trilha do sucesso com seus integrantes atuais.

CONTATO PROFISSIONAL

Site Inocentes > http://www.inocentes.com.br

Instagram Inocentes > https://www.instagram.com/inocentesoficial/ 

Facebook Inocentes > https://www.facebook.com/Inocentes-Oficial-219312414821290/

 

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 13/04/2018 às 07h04
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
11/04/2018 07h10
MARCELO SMIGOL DEIXA AQUELE ABRAÇO PRA VOCÊS...

Quem é o Smigol?

Atleta do Hall da fama do Flamengo, várias vezes Campeão Estadual e Brasileiro de Remo pelo rubro- negro, iniciou sua carreira no jornalismo em 2004 como estagiário na extinta Radio Cidade, onde passou a ser repórter e apresentador do famoso programa “Rock Bola”. 

Em 2005, foi para o Sportv para apresentar o programa “Pisando na Bola” e realizar matérias nos principais programas do canal como, SporTV news, Tá na Área, É Gol e Zona de Impacto. 

Participou de diversas coberturas importantes como, os Jogos Pan americanos do Rio e os Jogos Olímpicos de Pequim na China 2008 e Londres 2012. Em 2014, foi convidado pelo SBT para cobrir a Copa do Mundo no Brasil apresentando e fazendo reportagens irreverentes para o programa “Arena SBT”. 

E não poderiam faltar, as Olimpíadas e Paraolimpíadas no Rio, onde esteve presente com seu o jornalismo único e o humor nato. 

Atualmente na TVTurfe e na rádio MixFM 102.1 onde apresenta ao vivo de segunda a sexta às 20h o “De Primeira”, programa de esporte com muito humor. 
Com tanta superação e historias engraçadas, Smigol apresenta uma divertida palestra por todo Brasil, contando como uniu a sua trajetória no esporte, sua experiência na TV e as coberturas jornalísticas pelo mundo, que lhe renderam uma sólida carreia de humorista e Stand up comedy. 

CONTATO PROFISSIONAL

Site > https://www.smigol.com.br/

Facebook > https://www.facebook.com/marcelosmigol/

Instagram > https://www.instagram.com/smigoloficial/

E-mail > contato@smigol.com.br

Cynthia Selly > Cel: +55 (21) 98870-2499


Publicado por Dom Franklin Mano em 11/04/2018 às 07h10
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
10/04/2018 21h18
JOÃO FERNANDO COUTINHO DEIXA AQUELE ABRAÇO PRA VOCÊS...

João Fernando Pontual Coutinho, nasceu em 22 de agosto de 1979, na Cidade do Recife, Estado de Pernambuco, Brasil.

João atualmente é Deputado Federal do Brasil pelo Estado de Pernambuco, filiado ao Partido Republicano da Ordem Social (PROS).

Foi eleito Deputado Federal em 2014, com 120.059 (cento e vinte mil e cinquenta e nove votos) pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), para a 55.ª legislatura (2015-2019).

Antes ele exerceu o cargo de Deputado Estadual por 03 (três) mandatos consecutivos na Assembleia Legislativa de Pernambuco – ALEPE (de 2002 a 2014) pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB).

Na ALEPE, também ocupou o cargo de Primeiro-Secretário da Mesa Diretora por 08 (oito) anos. Ele ainda presidiu, durante 02 (dois) períodos, a Comissão de Ciência, Tecnologia e Informática da Casa de Joaquim Nabuco. Uma das marcas da sua vida pública, sempre trabalhou para aproximar o poder legislativo da população, principalmente das comunidades mais carentes, no campo da educação, e na geração de emprego e renda. Em suas experiências políticas, o deputado sempre defendeu a melhor utilização dos recursos públicos.

Na Câmara Federal, teve todo o seu primeiro mandato marcado por intensa atuação legislativa. João contabiliza vários projetos de lei, inúmeros requerimentos, além da titularidade em importantes Comissões como: Comissão Mista de Orçamento (CMO), uma das mais importantes do Congresso Brasileiro, que tem entre as suas atribuições definir o orçamento do Governo Federal para o ano inteiro. Na condição de membro sempre lutou pela manutenção de importantes programas sociais assim como buscar mais recursos para o Estado de Pernambuco. Ele também já foi Membro Titular da Comissão de Minas e Energia (CME), e em 2017 foi eleito Vice-Presidente da Comissão de Defesa do Consumidor (CDC).

Reconhecido pelos seus pares na Câmara, João Fernando foi escolhido Coordenador da Bancada Pernambucana no Congresso Brasileiro, e foi um dos responsáveis pela manutenção dos investimentos, apesar do grande contingenciamento de recursos, para a continuidade na construção da Adutora do Agreste, mantendo o diálogo entre os Governos Estadual e Federal.

Defensor da Vaquejada, foi um dos autores da PEC e teve papel fundamental de articulação na Câmara para aprovação da medida que regulamentou a prática da Vaquejada e também outros esportes equestres em todo o Brasil.

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, recentemente, o Projeto de Lei nº 9086/17, no qual João Fernando foi o relator, e que cria a Política Nacional de Biocombustíveis - RenovaBio. Um programa do Governo Federal, lançado para expandir a produção de biocombustíveis, entre eles o etanol, o biodiesel, o biogás e o bioquerosene.

Em Pernambuco, a atuação de João Fernando tem sido destaque pela sua capacidade de ajudar os municípios, destinando recursos e assim garantindo melhorias nos serviços públicos para todos os cidadãos.

CONTATO PROFISSIONAL

Facebook > https://www.facebook.com/joaofernandopros90/

Instagram > https://www.instagram.com/joaofernando90/

Site Pessoal > http://www.joaofernando.com.br/

E-mail > dep.joaofernandocoutinho@camara.leg.br

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 10/04/2018 às 21h18
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
10/04/2018 18h24
WALDEMAR BORGES DEIXA AQUELE ABRAÇO PRA VOCÊS...

Waldemar Borges do Partido Socialista Brasilero (PSB), em 2014 foi  reeleito para o segundo mandato consecutivo para Deputado Estadual de Pernambuco (2015-2018).

Waldemar foi líder do Governo do saudoso Eduardo Campos, do Governo João Lyra Neto e atualmente exerce a mesma função no Governo Paulo Câmara (2015-2018).

Na 17ª Legislatura (2011/2014), foi membro titular das Comissões de Constituição, Legislação e Justiça e de Finanças, Orçamento e Tributação. Também atua como suplente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher. Na atual Legislatura é suplente nas Comissões de Constituição, Legislação e Justiça; Finanças, Orçamento e Tributação; Meio Ambiente e Defesa dos Direitos da Mulher.

Ao longo da Legislatura anterior, o deputado Waldemar Borges encaminhou e discutiu mais de 600 projetos de lei apresentados pelo Executivo. Todos foram aprovados, sendo a maioria deles por unanimidade. É envolvido com a atividade política desde a sua juventude, quando participou do processo de reorganização dos movimentos estudantil e comunitário na luta pela redemocratização do País.

Waldemar Borges foi eleito vereador do Recife por quatro mandatos consecutivos, assumindo a presidência da Câmara Municipal entre os anos de 2003 e 2004. Borges foi diretor e secretário-adjunto da Secretaria de Trabalho e Ação Social de Pernambuco no Governo de Miguel Arraes, em 1986. Voltou a ser secretário de Arraes em 1995, na pasta de Projetos Especiais. Em 2001, assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura do Recife e, em 2005, a presidência da Empresa de Processamento de Dados do Recife, a EMPREL. No Governo Eduardo Campos, foi secretário de Articulação Social de 2007 a 2010, quando, entre outras atribuições, coordenou a Câmara de Prevenção Social do Pacto Pela Vida e o Conselho Estadual de Desenvolvimento Social (CEDES).

CONTATO PROFISSIONAL

Site > http://www.alepe.pe.gov.br/parlamentar/waldemar-borges/

Facebook > https://www.facebook.com/WaldemarBorges/

Instagram > https://www.instagram.com/waldemar_borges/?hl=pt-br

E-mail > waldemar_borges@alepe.pe.gov.br

 

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 10/04/2018 às 18h24
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
06/04/2018 21h57
MARCELO MAGAL DEIXA AQUELE ABRAÇO PRA VOCÊS...

Marcelo Magal nasceu em 26 de dezembro de 1978, na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo Brasil. É um Instrumentista e Produtor Musical, que atualmente é baixista da banda Biquini Cavadão, uma das principais representantes no cenário do rock brasileiro.

Sua experiência musical iniciou-se como guitarrista de bandas independentes de rock de São Paulo, em 1995, das quais se destacou a banda Dick Vigarista (2001).Em 2002 fez parte da banda Rodox ao lado de Rodolfo Abrantes e Canisso (Raimundos), Fernando Schaefer (Pavilhão 9), Marcus Ardanuy e DJ Bob.

Em 2006 assumiu a guitarra da banda O Surto, onde também foi co-produtor do álbum De onde foi que paramos mesmo?, de 2007.

Em 2008 foi convidado para a produção musical do segundo DVD da banda Biquini Cavadão, intitulado 80 vol.2 - Ao vivo no Circo Voador, disco em homenagem ao rock nacional com versões de grandes clássicos dos anos 80. Neste mesmo ano integrou a banda como baixista.

Em 2011, a pedido da cantora norte-americana Beth Hart, participou do seu show no maior festival da Dinamarca, o Smuk Fest.

Em 2013 produziu o décimo álbum do Biquini Cavadão, intitulado Roda Gigante, em parceria com Carlos Coelho, guitarrista da banda, na qual a música título foi indicada ao Grammy Latino 2013 como melhor canção brasileira.

Em 2014 produziu o blu ray Me leve sem destino, que comemora três décadas de carreira do Biquini. Simultaneamente gravou as guitarras do disco de estréia do multi-instrumentista e compositor baiano Ordep Lemos, lançado em maio de 2014.

Em 2015 inicia sua história mais aprofundada com o Reggae. Ao lado de Júnior Santa Cruz (Natiruts) e Ziggy Jr (Acústico Reggae) seguem viajando pelo país com a Tour Special Marley, que homenageia o rei do reggae Bob Marley além de composições próprias.

Em 2017 segue com a tour "As voltas que o mundo dá" do Biquini Cavadão.

BANDAS

  • Modelo T
  • Dick Vigarista
  • Rodox
  • Temblor
  • O Surto
  • Laendro Lopes
  • Sex Sab Dom
  • Ordep Lemos
  • Biquini Cavadão

DISCOGRAFIA

  • Modelo T - Modelo T
  • Quantas vezes - Dick Vigarista
  • Contos e rimas
  • Sex Sab Dom - Sex Sab Dom
  • De onde foi que paramos mesmo? - O Surto
  • 80 Vol.2 - Biquini Cavadão
  • When Angels Turn Into Demons - Amenize
  • Roda gigante - Biquini Cavadão
  • Ordep - Ordep Lemos
  • Me leve sem destino - Biquini Cavadão

CONTATO PROFISSIONAL

Facebook > https://www.facebook.com/magalmusic

Instagram > https://www.instagram.com/marcelo_magal/?hl=pt-br

 

 


Publicado por Dom Franklin Mano em 06/04/2018 às 21h57
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Franklin Emmanuel da Silva Mano e o site www.franklinmano.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Página 2 de 70 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr